Saturday, 23 de March de 2019

GERAL


Violência

DPE-TO vai oferecer palestras e debates sobre assédio moral e sexual e violência institucional contra a mulher

14 Mar 2019    16:14
Divulgação DPE-TO vai oferecer palestras e debates sobre assédio moral e sexual e violência institucional contra a mulher

Os alarmantes índices de crimes relacionados à violência doméstica, o tratamento diferenciado no mercado de trabalho, inclusive com salários díspares entre homens e mulheres que ocupam as mesmas funções, e o assédio moral e sexual, dentre outras circunstâncias, indicam a necessidade de enfrentamento do tema de forma contundente. Diante disso, a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO)realizará uma programação especial para debate do tema. É o I Fórum Interinstitucional: Equidade de Gênero e Violência Institucional Contra a Mulher, que será realizado nos dias 21 e 22 de março, no auditório da DPE-TO em Palmas.

 

A iniciativa é do Núcleo Especializado de Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem) e da Escola Superior da Defensoria Pública (Esdep) em parceria com o Núcleo de Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes, Promoção da Saúde e Cultura de Paz no Município de Palmas (Nupav). O evento é aberto a toda comunidade, especialmente servidoras públicas, como policiais civis, militares e corpo de bombeiros, para debater o tema assédio moral e sexual e violência institucional contra a mulher.

 

Na ocasião, será apresentada a rede de proteção e defesa da mulher existente em Palmas. “Queremos abrir os horizontes para todas as mulheres que são sujeitas a qualquer tipo de violência, permitindo que possam buscar apoio contra a violência e resguardar sua integridade física, emocional e moral”, declara a defensora pública Francia Di Fátima, coordenadora do Nudem.

 

Programação

A programação vai contar com palestras, mesas redondas e debates ministrados e mediados por defensoras públicas, advogadas, professores universitários, historiadores, psicólogo e juíza do trabalho. Os debates e exposições envolvem temas como “Gênero: uma construção social”; “Direitos humanos da mulher na contemporaneidade”; “Violência Doméstica: o problema é nosso”; “Violência, Gênero e Assédio Sexual”; “Violência obstétrica: o que é?”; “Aspectos psicológicos do assédio: da sujeição à resistência”; “Assédio Moral e Sexual no ambiente de trabalho”; “Violência sexual contra a mulher – as marcas indeléveis”; “Estratégias para romper o assédio moral e sexual”; e “Instrumentos para fortalecimento de proteção à mulher vítima de violência”.

 

De acordo com a defensora pública Franciana Di Fátima, coordenadora do Nudem, o objetivo é de sensibilizar, por meio da educação, a comunidade em geral para todas as formas de violência contra a mulher, e assim, buscar instrumentos para o adequado enfrentamento de tais violências, através da rede de proteção. “É um instrumento adequado para discussão, debate e promoção da educação sobre os direitos das mulheres, de forma a minimizar os elevados índices de violência contra a mulher, quer seja no campo privado (doméstico) ou público”, considera a defensora pública Franciana Di Fátima.

 

Segundo a coordenadora do Nudem, o Fórum pretende dar maior visibilidade a todas as formas de violência, mas, sobretudo, atender às demandas de várias instituições para o enfrentamento do assédio moral e sexual, bem como da violência institucional contra as mulheres. “É um encontro muito importante para a conscientização e politização das mulheres assim como a construção de estratégias de enfrentamento de todas essas violências contra as mulheres.”

COMPARTILHE:


Confira também:


Brasília

Na tribuna, Tiago Dimas cobra melhorias para a Adapec e providências para Projeto Sampaio

Congressista destacou importância do agronegócio para o Estado e elogiou o esforço dos fiscais e inspetores responsável pela defesa agropecuária

Procon

“Whats Denúncia” realiza 277 atendimentos na primeira semana de funcionamento

É valido lembrar que mesmo com o Whats Denúncia, que aproxima e facilita a denúncia realizada pelo consumidor ao órgão de Defesa do Consumidor, para abertura de reclamações, é necessário que o mesmo procure algum dos 11 núcleos de atendimento do Procon/TO



Solidariedade

Casa de Apoio Vera Lúcia recebe doações de alimentos não perecíveis

Os interessados em apoiar o Mesa Brasil com doações podem entrar em contato pelo telefone 0800 646 7878 ou entregar na unidade de Palmas localizada na 103 norte rua NO 07 lote 39.


Direito

Curso de Direito inaugura Escritório Modelo no Fórum de Palmas

No espaço estão sendo ofertados serviços de assistência jurídica com atendimentos à população carente economicamente nos âmbitos civil, trabalhista e criminal


Serviço

Governo intensifica ação para garantir que os estádios Resendão e Mirandão recebam jogos do Campeonato Tocantinense

Em Gurupi, as obras tiveram início em novembro de 2018, com o objetivo de oferecer mais segurança aos seus frequentadores.


Tocantins

Governo do Tocantins ressalta luta pela igualdade racial e contra a discriminação


AL

Prof. Júnior Geo cobra ações do Governo para demandas não solucionadas com a saúde, a Ponte de Porto Nacional, a Polícia Civil e servidores


Internet

Fenômeno infantil Anna Layza alcança 60 milhões de views em um vídeo e bate recorde


Tocantins

Sindepol/TO emite nota técnica solicitando alteração de dispositivos ilegais do Projeto de Lei n°02/2019


Operação Ísis

Polícia Civil deflagra Operação Ísis que investiga funcionários do Naturatins em municípios da região Norte


Operação Aemulatus

Polícia Civil realiza Operação Aemulatus e prende integrante de organização criminosa suspeita de tentativa de homicídio



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira