Tuesday, 15 de October de 2019

GERAL


É necessário pensar

12 Mar 2009

O homem de hoje tem facilidade para aceitar e repetir e, se agonia, quando a tarefa é refletir. Parece que tudo para ele está certo, é normal, é do jeito como aparece e não adianta querer pensar diferente.

O mundo parece tender para o reino da "animalidade". Para aceitação passiva e sem qualquer reflexão ou questionamento. No fundo, parece que o homem resolveu afirmar no seu íntimo: "isso não é da minha conta; tudo isso é normal; o que eu penso não importa; o mundo foi sempre assim; não adianta querer fazer nada...". Ora, com essa "mentalidade" caminharemos para o caos. Pois, o assassinato, o roubo, o estupro, a corrupção, a falsificação, os atentados, as guerras, as mentiras, as catástrofes naturais, a miséria, a fome, a inveja, o ódio, o contrabando, os favorecimentos, o nepotismo, as propinas, as malandragens da política... Serão vistos (alias, já estão sendo vistos assim, em vários paises do mundo) apenas como atos normais, que qualquer é capaz de praticar, pois fazem parte simplesmente do mundo dos homens.

Ora, essa tendência está associada ao termo acomodação: uma face caótica do homem que, infelizmente, pertence à classe dos escravos e quando é cultivada, provoca estagnação das "faculdades racionais" do homem ligadas à "coragem" para tomar iniciativas e começar algo "novo". "Incapacidade" ou quem sabe, preguiça de pensar e de acreditar em si próprio e, conseqüentemente, de acreditar que as coisas podem mudar e sempre mudam: tudo aquilo que o homem cria, inventa ou estipula poderá ser mudado para melhor ou para pior, pois nada é impossível de ser mudado.

É necessário pensar e repensar o mundo. Pensar alternativas, outras teorias ou, então, repensar as que já existem e ajudá-las a entrar nos eixos. O que não se deve fazer é ficar acomodado e passivo aceitando tudo como normal, é necessário participar da história do mundo, fazer parte efetivamente, do mundo em que vive. É basta querer, a força para isso está em cada um de nós. Não seja covarde, não desanime e nunca diga que não consegue. O mundo é meu, é teu e é nosso. Todos podem contribuir para melhor. Os homens precisam se unir para fazer renascer o gosto pelo questionamento, mesmo sabendo que é uma tarefa difícil e pouco valorizada atualmente. Pois, vivemos numa sociedade satisfeita consigo mesma. Uma sociedade que já se convenceu que o material é superior ao espiritual, mas como disse anteriormente, tudo pode ser mudado.

O intelectual precisa retomar com afinco a sua missão. Precisa iluminar a multidão, produzindo conceitos e colocá-los em questão. Manter-se vigilante para poder anunciar novos empreendimentos, denunciar todos os crimes de todos os poderes, atacar incisivamente todas as injustiças e os egoísmos, estimular a imaginação de todos, alimentar as esperanças e questionar sem descanso sua época. Ele não deve se colocar como o único que pensa, pesquisa e produz idéias, mas servir como exemplo natural, para que as pessoas possam ter o gosto pela leitura, pela pesquisa e pela produção de idéias. E, principalmente, que as pessoas possam pensar por conta próprias e tenham a disposição para interrogar pensamentos dos outros, o mundo, a sociedade, o que a experiência ensina, também, seus próprios pensamentos. Ninguém é modelo de juízo, mas simplesmente uma ocasião de se fazer um juízo sobre ele, até mesmo contra ele. Fiquem atentos. Ninguém pode pensar em nosso lugar. Pensar é viver com a razão, que é universal, e nunca admitir que tal atividade seja privilégio exclusivo de certo número de pessoas. São os meus votos para 2009 que dirijo a todos os meus leitores ao redor do mundo.

COMPARTILHE:


Confira também:


Refis Palmas

Defensoria Pública inicia atendimentos jurídicos no Mutirão de Negociações Fiscais

A participação da Instituição na atividade se deve à parceria estabelecida com o Tribunal de Justiça do Tocantins e com a gestão municipal de Palmas

Refis 2019

Parte dos R$ 60 milhões que Município espera receber custeará melhorias na malha viária do Sul de Palmas

O município de Palmas tem a receber R$ 600 milhões. Segundo o Tribunal de Justiça (TJ), parceiro no mutirão, há atualmente 23 mil processos judiciais relativos a débitos fiscais no Município de Palmas em andamento no Judiciário.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira