Tuesday, 01 de December de 2020

GERAL


Sua saúde

Hipocondria, o transtorno que gera muito sofrimento

19 May 2009

Caracterizada como uma preocupação exagerada da pessoa com seu estado de saúde, a hipocondria é conhecida desde o século 4 a.C. Os primeiros estudos sobre esse transtorno foram realizados por Hipócrates, o pai da Medicina, que o associou à melancolia. A maioria das pessoas que sofre de hipocondria apresenta tendência a depressão e ansiedade.

O hipocondríaco acredita que possui pelo menos uma doença física grave, progressiva e com sintomas determinados, ainda que exames laboratoriais e consultas com vários médicos assegurem que nada exista. Para Rubens Volich, psicólogo e psicanalista, autor do livro Hipocondria: impasses da alma, desafios do corpo, o transtorno é uma forma de o homem Médicos tendem a não se interessar pelas queixas

Para os hipocondríacos, a crença de que há algo errado com o seu corpo interfere no dia a dia, causa angústia e depressão. Segundo Joel Rennó Júnior, doutor em Psiquiatria pela Universidade de São Paulo (USP), nesses casos, a doença imaginária provoca um sofrimento verdadeiro.

"Há situações em que o quadro perdura por anos devido à falta de interesse dos profissionais de saúde pelas queixas do hipocondríaco", afirma o médico, acrescentando que a hipocondria não é considerada doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS), porque não apresenta um conjunto claro de sintomas.

Rennó Júnior adverte que o problema pode ser tão preocupante a ponto de hipocondríacos insistirem que estão doentes e convencerem os médicos, que cedem às queixas. Segundo o médico, a hipocondria pode ser tratada com psicoterapia e uso de antidepressivos e ansiolíticos (tranquilizantes). O especialista deve investigar a possível concomitância com outros transtornos de ansiedade, como o pânico ou a depressão. Mas muitos hipocondríacos resistem à ideia de consultar um psiquiatra e partem para a automedicação, que pode levar a intoxicações e efeitos colaterais.

Já a Síndrome de Munchausen é uma doença psiquiátrica em que o paciente, de forma compulsiva, deliberada e contínua, causa, provoca ou simula sintomas de doenças, com a intenção de obter cuidados médicos e de enfermagem. A pessoa afetada exagera ou cria sintomas nela mesma para ganhar atenção, tratamento e simpatia. O paciente com Munchausen sabe que está exagerando, enquanto o hipocondríaco acredita que está doente de fato.

Segundo o psicanalista, quando a pessoa passa a se sentir doente sem motivo, é possível entender o problema como um pedido de atenção. Volich acrescenta que o ideal seria o médico perguntar sobre a história de vida desse paciente para descobrir, possivelmente, que as queixas nasceram de uma experiência marcante e mal resolvida. (Informações do jornal do Senado)

 

O medo constante de adoecer

O psicólogo Rubens Volich relata que o termo hipocondria vem do grego hypochóndrion – o hipocôndrio –, que reveste a cavidade gástrica, abrigando intestinos, estômago e baço. De acordo com a teoria dos humores, de Hipócrates, a hipocondria estava associada à melancolia, considerada uma doença nervosa com origens no hipocôndrio.

Volich descreve os pacientes com sinais de hipocondria como aqueles que demonstram medo constante de adoecer, contaminar-se ou desenvolver uma doença grave. Segundo ele, a hipocondria se manifesta em 3% a 4% de todos os pacientes que procuram um consultório, com uma leve predominância da incidência entre os homens. A manifestação do transtorno é reconhecida na adolescência e passa a ser mais frequente a partir da quarta ou quinta década de vida.

O médico Rodrigo Marot, especialista em Psiquiatria pelo Instituto Philippe Pinel, do Rio de Janeiro, diferencia o hipocondríaco daquelas pessoas que passam por uma doença grave e, após se restabelecerem, ficam sensibilizadas com o ocorrido, preocupando-se demais. Segundo o psiquiatra, nesses casos, se uma consulta ou novo exame descartarem o recrudescimento da doença e o paciente tranquilizar-se, não se trata de hipocondria. (Informações do jornal do Senado)

 

 

Médicos tendem a não se interessar pelas queixas

Para os hipocondríacos, a crença de que há algo errado com o seu corpo interfere no dia a dia, causa angústia e depressão. Segundo Joel Rennó Júnior, doutor em Psiquiatria pela Universidade de São Paulo (USP), nesses casos, a doença imaginária provoca um sofrimento verdadeiro.

"Há situações em que o quadro perdura por anos devido à falta de interesse dos profissionais de saúde pelas queixas do hipocondríaco", afirma o médico, acrescentando que a hipocondria não é considerada doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS), porque não apresenta um conjunto claro de sintomas.

Rennó Júnior adverte que o problema pode ser tão preocupante a ponto de hipocondríacos insistirem que estão doentes e convencerem os médicos, que cedem às queixas. Segundo o médico, a hipocondria pode ser tratada com psicoterapia e uso de antidepressivos e ansiolíticos (tranquilizantes). O especialista deve investigar a possível concomitância com outros transtornos de ansiedade, como o pânico ou a depressão. Mas muitos hipocondríacos resistem à ideia de consultar um psiquiatra e partem para a automedicação, que pode levar a intoxicações e efeitos colaterais.

Já a Síndrome de Munchausen é uma doença psiquiátrica em que o paciente, de forma compulsiva, deliberada e contínua, causa, provoca ou simula sintomas de doenças, com a intenção de obter cuidados médicos e de enfermagem. A pessoa afetada exagera ou cria sintomas nela mesma para ganhar atenção, tratamento e simpatia. O paciente com Munchausen sabe que está exagerando, enquanto o hipocondríaco acredita que está doente de fato. (Informações do jornal do Senado)

 

Saiba mais


Qualquer sinal ou dor deflagram ansiedade

- O hipocondríaco tem grande sensibilidade para identificar movimentos, sons, ruídos e outros sinais do corpo que passariam despercebidos para a maioria das pessoas.

- Dá importância demais a qualquer sinal físico ou dor, costuma ficar ansioso e temeroso.

- Tem a impressão de que qualquer dor ou desconforto é sinal de doença grave.

- Toma remédios com frequência, sem prescrição médica.

- Tem necessidade de consultar diversos médicos, apesar de vários deles terem feito o mesmo diagnóstico com base nos resultados dos exames. Geralmente anda com inúmeros exames arquivados em pastas nas suas peregrinações pelos profissionais.

- Vive com a suspeita constante de ser portador de alguma enfermidade grave.

- Tem compulsão por conversar com pessoas doentes para comparar sintomas e mal-estares.


 

 

Teste aponta quem pode ter a doença

O teste abaixo se chama Índice de Whiteley. É aceito mundialmente para avaliar a possibilidade do diagnóstico de hipocondria. Na versão feita pelo médico Joel Rennó Júnior, cada resposta afirmativa vale um ponto. Quem responder sim a oito ou mais das 12 perguntas deve procurar ajuda de um psiquiatra.


- Preocupa-se o tempo todo com a possibilidade de alguma doença séria?

(   ) sim     (   ) não

- Sofre de dores e sintomas variados?

(   ) sim     (   ) não

- Presta muita atenção a tudo que acontece no seu corpo?

(   ) sim     (   ) não

- Está muito preocupado com a saúde?

(   ) sim     (   ) não

- Tem sintomas de doenças muito graves com frequência?

(   ) sim     (   ) não

- Ao ser informado de alguma doença grave (pela mídia), preocupa-se com a possibilidade de adoecer?

(   ) sim     (   ) não

- Quando está doente, preocupa-se e incomoda-se se alguém diz que você já está melhor?

(   ) sim     (   ) não

- Está acometido com sintomas diferentes?

(   ) sim     (   ) não

- Costuma até duvidar de si mesmo e buscar outras razões?

(   ) sim     (   ) não

- Custa a acreditar no médico quando ele afirma que você não tem nenhuma doença?

(   ) sim     (   ) não

- Tem a sensação de que as pessoas não levam a sério a sua doença?

(   ) sim     (   ) não

- Tem convicção de que a sua preocupação com saúde é maior que a dos amigos?

(   ) sim     (   ) não

- Acredita que há algo no seu corpo que está funcionando mal?

(   ) sim     (   ) não

- Tem medo de alguma doença?

(   ) sim     (   ) não

COMPARTILHE:


Confira também:


Helvécio Maia

Governador em exercício assina decretos para criação do Comitê da primeira infância e inclusão de nome social de pessoas trans em órgãos da administração pública

Solenidade também contou com a entrega de armamentos, munições e uma nova viatura para o sistema prisional

Covid-19

Tocantins contabilizou 350 novos casos confirmados da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 259.124 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 81.972 casos confirmados. Destes, 74.109 pacientes estão recuperados, 6.696 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.167 pacientes foram a óbito.



Aleto

Eduardo do Dertins participa de solenidade de entrega de equipamentos de segurança

Além do presidente da AL, participaram do evento os deputados Jair Farias (MDB), Olyntho Neto (PSDB), Cláudia Lelis (PV) e Valderez Castelo Branco (PP).


Serviço

IBGE/TO faz apelo para que empresas e escritórios de contabilidade respondam pesquisas econômicas

O IBGE ressalta que o levantamento é importante para retratar a realidade do segmento empresarial, industrial, construção civil, comércio e serviços e, dessa forma, embasar o planejamento econômico, as políticas públicas e os investimentos no estado.


Band

Erick Jacquin presta homenagem à mandioca no oitavo episódio do “Minha Receita”

Minha Receita vai ao ar toda quinta-feira, às 22h45, para todo o Brasil.


Revitalização

Avenida JK ganha espaço verde de convivência


Educação

Unitins oferta 534 vagas para o semestre 2021/1 em edital de transferência externa


Interior

Prefeitura de Miracema do Tocantins divulga resultado dos Editais da Lei Aldir Blanc


Meio Ambiente

Governo do Estado inicia o plantio de mudas no Parque Estadual do Lajeado em parceria com a ONG 8 Billion Trees


Campo

Com articulação do Ruraltins, produtores quitam passivo financeiro com Banco da Amazônia e garantem acesso à nova linha de crédito


Região central

Polícia Civil desarticula ponto de venda de drogas e prende dois suspeitos por tráfico em Miracema



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira