Monday, 19 de August de 2019

GERAL


Serviço

IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa acontecerá nos dias 13 e 14, em Palmas

13 Jun 2019    13:57    alterado em 13/06 às 13:57
IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa acontecerá nos dias 13 e 14, em Palmas

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) em parceria com o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (Cedipi) realizará a IV Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, em Palmas, nos dias 13 e 14 de junho, no auditório do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Tocantins (PM/TO), com o tema: “Os desafios de envelhecer no Século XXI e o papel das Políticas Públicas”, que busca ouvir e debater questões para melhorar a qualidade de vida da pessoa idosa.

A Conferência tem o objetivo de reunir idosos, representantes do governo e da sociedade civil para debater os principais desafios e encaminhar propostas a serem incluídas no planejamento das políticas públicas estaduais e nacionais que irão garantir direitos da pessoa idosa. “Durante a Conferência todos terão acesso a ouvir e debater, já na etapa das votações somente os delegados poderão e votarão para escolher e elencar as deliberações finais”, explicou Sandra Maria Ribeiro Leitão, presidente do Cedipi.

A Diretora dos Direitos Humanos da Seciju, Sabrina Ribeiro de Santana, comentou sobre a necessidade de realizar conferências com a finalidade de conhecer as demandas reais e promover políticas públicas específicas. “Uma Conferência é uma instância de participação social, geralmente convocada pelo poder público, que tem por objetivo institucionalizar a participação da sociedade nas atividades de planejamento, controle e gestão de uma determinada política ou de um conjunto de políticas públicas, neste caso da política da pessoa idosa”, ressaltou.

Programação
A abertura do evento na quinta-feira, 13, contará com palestra proferida pelo pós-doutor, Rodrigo Caetano Arantes, que abordará sobre o tema do evento “Os desafios de envelhecer no Século XXI e o papel das Políticas Públicas”, em seguida haverá debate e apresentação cultural. Em entrevista o palestrante destacou a necessidade da participação social para apresentar ações que condizem com os pretensões da pessoa idosa. "É muito importante a sociedade participar, pois são nas conferências que os cidadãos são ouvidos nos seus anseios por melhorias nas políticas públicas”, ressaltou.

No dia 14, sexta-feira, além de apresentação cultural, os debates serão divididos por eixos que tratarão dos “Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas, Educação”; “Enfrentamento da Violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa”; “Os Conselhos de Direitos e o seu Papel na Efetivação do Controle Social da Geração de Implementos das Políticas Públicas”. Haverá também a eleição dos delegados que representação na Conferência Nacional e a aprovação das moções.

Inscrição
Para se inscrever no evento, basta comparecer ao auditório do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Tocantins (PM/TO) e fazer o credenciamento que acontecerá até às 13h30. A presidente do Cedipi informa que são 250 vagas entre delegados e convidados e chama a população para participar da conferência estadual. “Trata-se de um espaço aberto para avaliar e apresentar aos Governo do Estado e Federal o que se quer para a política do envelhecimento”, reforça Sandra.

Palestrante
Rodrigo Caetano Arantes, possui pós-doutorado em demografia pela Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pela Universidade de Havana, Cuba, é mestre em Gerontologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP/2007) e possui especialização em Gestão de Redes de Atenção à Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fiocruz (Ensp-Fiocruz/2017), além de título de especialista em Gerontologia (SBGG/2010); especialização em Fisioterapia em Geriatria e Gerontologia (EEFFTO-UFMG/2004) e graduação em Fisioterapia pela Universidade José do Rosário Vellano (Unifenas/2003).

Atua principalmente junto aos temas que envolvem idosos, políticas públicas no envelhecimento demográfico, saúde coletiva, Atenção Primária em Saúde (APS), Redes de Atenção à Saúde (RAS) e educação em saúde. Rodrigo Caetano explica que a Conferência é muito coesa com a sua formação e que o evento será bastante frutífero. “Minha expectativa é muito grande, tendo em vista que todo meu trabalho se baseia no estudo do envelhecimento demográfico e como o Brasil se prepara para receber esse maior número de idosos”.

(Com supervisão de Shara Rezende – Governo do Tocantins)

COMPARTILHE:


Confira também:


PIS/PASEP

Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Medida beneficia quem trabalhou antes de outubro de 1988


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira