Tuesday, 22 de October de 2019

GERAL


Justiça

Justiça Federal concede direito a etnia indígena para atuar como parte autora em processo

20 Sep 2019    13:47
Divulgação Justiça Federal concede direito a etnia indígena para atuar como parte autora em processo

Em ação que tramita na Justiça Federal em que o Ministério Público Federal requer que a União e a FUNAI façam a demarcação e destinação de uma área para abrigar o povo da aldeia Takaywra, há décadas retirados de suas terras, os indígenas em questão, da etnia Khraô-Kanela, pediram para atuar como parte no processo, junto ao Ministério Público Federal, reforçando a defesa de seus direitos. O fato, inusitado, tem previsão legal, mas a prática é rara. 

 

O juiz federal Adelmar Aires Pimenta, titular da 1a Vara Federal de Palmas, explicou, em sua decisão que "Nos termos do mencionado dispositivo constitucional (art. 232 da Constituição Federal), a defesa de direitos e interesses dos índios em juízo deve ser facilitada. Afinal, eles serão os principais atingidos pelos efeitos subjetivos da coisa julgada". O MPF se manifestou favorável ao ingresso do Povo Krahô da comunidade do território originário Takaywra como "litisconsorte ativo da demanda", ou seja, parte no processo. (Samuel Daltan)

COMPARTILHE:


Confira também:


Refis Palmas

Prefeitura estende mutirão de renegociação fiscal até 30 de novembro

Atendimentos serão realizados nas Unidades do Resolve Palmas

Economia

Governador destaca mineração como fator de desenvolvimento econômico e geração de empregos

Declaração do Chefe do Executivo ocorreu durante leilão da jazida de minério de Palmeirópolis, nesta segunda-feira, 21, no Rio de Janeiro. Expectativa é que dois mil empregos sejam gerados com a instalação no empreendimento




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira