Tuesday, 22 de October de 2019

GERAL


Brasil

Ministérios formam subgrupo de comunicadores para dar início à campanha articulada contra a dengue

14 Jan 2011

Sob a coordenação da Secretaria de Comunicação da Presidência da República e do Ministério da Saúde, os assessores de imprensa e de comunicação das 13 pastas que formam o grupo interministerial contra a dengue começaram a trabalhar nas ações integradas de divulgação da campanha contra a doença. Eles serão responsáveis por mobilizar os departamentos de comunicação de entidades parceiras e gestoras de fundações, autarquias e departamentos ligados a cada ministério. Também cuidarão da sinalização dos órgãos públicos federais para que funcionários e visitantes tenham acesso rápido às orientações de cuidados com a doença. Neste começo de ano, há risco muito alto de que 16 estados brasileir os enfrentem epidemia de dengue.
 
Entre as estratégias a serem adotadas está a adoção de mensagem de espera contra a dengue nos sistemas de telefonia dos órgãos públicos; distribuição de material informativo à população atendida, visitantes e servidores; incorporação das informações sobre a dengue no trabalho das equipes de educação ambiental; afixação de cartazes e banners nos prédios sob a responsabilidade de cada pasta; veiculação das peças publicitárias e selos da campanha nos sites dos ministérios, além de informações nos contracheques e extratos encaminhados ao público e a servidores ativos e inativos. As pastas que tiverem rádios e TVs sob suas responsabilidades também trabalharão na divulgação das peças publicitária s criadas pelo Ministério da Saúde, bem como de entrevistas com especialistas no tema que possam orientar a população.
 
O Ministério da Defesa foi um dos primeiros a anunciar as medidas já adotadas. Mensagem encaminhada a todos os comandos do Exército, da Marinha e da Aeronáutica orienta os militares a manterem as instalações das Forças Armadas livres de criadouros do mosquito Aedes aegypti (transmissor da doença) e a repassar as informações sobre prevenção e cuidados com a doença aos seus quadros. A Rádio Verde Oliva, do Exército, também deve incluir em sua programação mensagens e orientações sobre a dengue.
 
O grupo discutiu ainda a inclusão da rede nacional de Superintendências de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCONs) na estratégia de mobilização; a criação de um hotsite com subsídios para que comunicadores de órgãos federais, estaduais e municipais em todo o país possam replicar as informações sobre a doença; a sinalização de elevadores públicos e privados nos prédios federais, bem como de pontos de descanso de caminhoneiros e paradas de ônibus interestaduais. Caberá ao Ministério da Saúde ajudar na produção das peças, em diferentes mídias, a serem utilizadas pelas pastas parceiras.


 
Esforço conjunto

O subgrupo de comunicadores é o reflexo do grupo ministerial criado, por determinação da presidenta Dilma Rousseff, para integrar às ações de saúde esforços em áreas como educação, turismo, saneamentos básico e ambiental.
 
Segundo o ministro da Saúde Alexandre Padilha, responsável pela coordenação deste trabalho, a dengue não será vencida se não contar com a proatividade de todos os setores. “Cada pasta trabalhará dentro de sua área de atuação, mas de forma articulada, pois a dengue não é só um desafio para o setor saúde. A ideia é dar visibilidade aos métodos de prevenção e controle, de forma a garantir a mudança nos hábitos da população e o atendimento rápido e de qualidade às pessoas que desenvolverem a doença”, explica.
 
Estão ao lado da Saúde neste esforço concentrado a Casa Civil e a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República e os ministérios das Cidades, Defesa, Educação, Integração Nacional, Justiça, Meio Ambiente, Turismo, Transportes, Previdência Social e Desenvolvimento Social. (Informações da Agência Saúde)

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Governador destaca mineração como fator de desenvolvimento econômico e geração de empregos

Declaração do Chefe do Executivo ocorreu durante leilão da jazida de minério de Palmeirópolis, nesta segunda-feira, 21, no Rio de Janeiro. Expectativa é que dois mil empregos sejam gerados com a instalação no empreendimento

Economia

Comércio puxa recuperação na oferta de vagas de emprego no estado

Ainda sobre o Caged, setembro mostra que Araguaína foi a cidade com maior variação negativa (-139 vagas) e Porto Nacional com variação positiva (167 vagas). A capital Palmas registrou uma variação de – 42 vagas.



Cooperação Técnica

Governo assina termo de Cooperação Técnica com instituições públicas e privadas para execução de ações de pesquisa e extensão agropecuária

Termo estabelece condições para o bom andamento dos trabalhos propostos na área do Centro Agrotecnológico de Palmas


Outubro Rosa

Resolve Palmas promove palestra sobre prevenção ao câncer de mama

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo da doença mais comum entre as mulheres no Brasil e depois do câncer de pele não melanoma, correspondendo a cerca de 25% dos casos novos a cada ano. No Brasil, esse percentual é de 29%


Legislativo Municipal

Câmara de Palmas funcionará em novo endereço a partir de 2020

A estrutura da 104 Norte tem área total edificada de 5.065,55 metros quadrados, contra os 4.300 m² do prédio atual, localizado na Teotônio Segurado.


Saúde Animal

Seu Pet pode ser um doador de sangue


GOTE

Suspeito de cometer crime de coação é preso pela Polícia Civil no Norte do Estado


Educação superior

Universidade Estadual prorroga inscrições para Vestibular 2020/1 até 7 de novembro


Porto Cereais

Governo do Estado avalia concessão de benefícios fiscais para empresa que exporta feijão para China e Índia


AL

Presidente da ATS deve ser convidado a prestar esclarecimentos


TJTO

“Tudo funciona melhor quando nos colocamos na posição de ouvinte”, destaca o presidente do TJ ao abrir seminário



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira