Tuesday, 01 de December de 2020

GERAL


O Ministério da Fazenda Social ou da Previdência Fiscal

05 Nov 2009

O futuro dos regimes próprios de previdência no Brasil é sombrio. A primeira conclusão atemoriza e preocupa.  Começa que, tecnicamente, deveria envolver entes federativos dos três níveis. Mas a União – o principal - continua de fora. Quem cuida da previdência dos servidores da União? Deveria ser o Ministério da Previdência Social-MPS, mas não é. Quem é, então? Os ministérios da Fazenda e do Planejamento. A Fazenda através da Receita e do Tesouro, o Planejamento através do Orçamento e Recursos Humanos. Trata-se de uma distorção histórica.

Enquanto não se resolver essa distorção, todos os esforços do MPS sobre regimes próprios serão periféricos, embora envolvam estados e municípios. Reconheçamos os esforços empreendidos pela equipe do dr. Helmut  Schwarzer, na certificação profissional de dirigentes e técnicos, emissão do Certificado de Regularidade Previdenciária, instrumentos para organização e funcionamento, renegociação de dívidas dos patrocinadores junto aos Regimes Próprios de Previdência Social-RPPS e modernização através do Parsep II – Programa de Apoio à Reforma dos Sistemas Estaduais de Previdência.

Foi a Fazenda que impôs o fator previdenciário e é a Fazenda que resiste ao seu fim, retardando, achatando o valor dos benefícios, prejudicando os 20 milhões que se aposentaram nos últimos anos e constituindo ameaça concreta à vida futura dos atuais 36 milhões de contribuintes do RGPS, todos com a guilhotina no pescoço.

É a Fazenda que veta a isonomia no reajuste dos benefícios, não aplicando os mesmos índices para os benefícios do mínimo e acima do mínimo.  

É a Fazenda que estabelece a política de reajustes dos benefícios, impedindo que os benefícios defasados tenham o seu valor de face recomposto.

É a Fazenda, não a Previdência Social, que supervisiona (sic) os planos privados de previdência (na realidade títulos de investimentos em ativos especulativos e voláteis), de bancos e seguradoras, através da Susep (sic), que envolve mais de R$ 150,0 bilhões de recursos e 12,0 milhões de pessoas.  

Ainda não estão na Fazenda os fundos de pensão, desde 1974 no MPS. Mas não se sabe até quando. Foram feitas várias investidas para levá-los para a Fazenda. Uma coisa sem lógica previdenciária, mas certamente com lógica fiscal.  Uma lógica perversa.

A situação se agravou a partir da incorporação da Receita previdenciária pela Receita Federal, na gestão das renúncias, das dívidas administrativa e ativa, dos parcelamentos, e das desonerações na reforma tributária.

O Presidente Lula foi induzido ao erro quando “esvaziou” a Previdência. Coisa dos “aloprados” que fizeram a 2ª. reforma e tentaram fazer a 3ª. Ouvi de um ex-ministro da Previdência que se estivesse no Ministério à época a Receita Previdenciária não teria ido embora. Ainda aguardamos este “recuo” do Presidente Lula. Ainda há tempo para coroar a eficiente gestão do ministro José Pimentel.

COMPARTILHE:


Confira também:


Helvécio Maia

Governador em exercício assina decretos para criação do Comitê da primeira infância e inclusão de nome social de pessoas trans em órgãos da administração pública

Solenidade também contou com a entrega de armamentos, munições e uma nova viatura para o sistema prisional

Covid-19

Tocantins contabilizou 350 novos casos confirmados da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 259.124 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 81.972 casos confirmados. Destes, 74.109 pacientes estão recuperados, 6.696 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.167 pacientes foram a óbito.



Aleto

Eduardo do Dertins participa de solenidade de entrega de equipamentos de segurança

Além do presidente da AL, participaram do evento os deputados Jair Farias (MDB), Olyntho Neto (PSDB), Cláudia Lelis (PV) e Valderez Castelo Branco (PP).


Serviço

IBGE/TO faz apelo para que empresas e escritórios de contabilidade respondam pesquisas econômicas

O IBGE ressalta que o levantamento é importante para retratar a realidade do segmento empresarial, industrial, construção civil, comércio e serviços e, dessa forma, embasar o planejamento econômico, as políticas públicas e os investimentos no estado.


Band

Erick Jacquin presta homenagem à mandioca no oitavo episódio do “Minha Receita”

Minha Receita vai ao ar toda quinta-feira, às 22h45, para todo o Brasil.


Revitalização

Avenida JK ganha espaço verde de convivência


Educação

Unitins oferta 534 vagas para o semestre 2021/1 em edital de transferência externa


Interior

Prefeitura de Miracema do Tocantins divulga resultado dos Editais da Lei Aldir Blanc


Meio Ambiente

Governo do Estado inicia o plantio de mudas no Parque Estadual do Lajeado em parceria com a ONG 8 Billion Trees


Campo

Com articulação do Ruraltins, produtores quitam passivo financeiro com Banco da Amazônia e garantem acesso à nova linha de crédito


Região central

Polícia Civil desarticula ponto de venda de drogas e prende dois suspeitos por tráfico em Miracema



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira