Saturday, 28 de November de 2020

GERAL


JUSTIÇA

Polícia Civil cumpre três mandatos de prisão contra vereadores de Palmas

03 Aug 2018
Divulgação Polícia Civil cumpre três mandatos de prisão contra vereadores de Palmas Polícia Civil cumpre diligencia na Câmara Municipal de Palmas

A Polícia Civil cumpre, na manhã desta sexta-feira, 03,  mandados de prisão contra três vereadores de Palmas. Os políticos são alvos da 2ª fase da operação Jogo Limpo, que investiga desvios de dinheiro da Prefeitura de Palmas. A Operação tem a participação de  Peritos Oficiais, da área de  computação forense e contabilidade que devem analisar o material recolhido pela polícia.

 

Ao todo, estão sendo cumpridos 26 mandados de prisão temporária e 31 de busca e apreensão. As prisões e buscas foram realizadas nos municípios de Palmas, Fortaleza do Tabocão, Aparecida do Rio Negro e Goiânia (GO). Na Capital, três vereadores estariam envolvidos, o presidente da Câmara Municipal José do Lago Folha (PSD), Major Negreiros (PSB) e Rogério Freitas (PMDB).

 

Segundo informações do Sindicato dos Peritos Oficiais do Tocantins ( Sindiperito), nesta operação, o trabalho da seção de Contabilidade Forense da pericia Oficial do Tocantins vem sendo destaque, pelo papel essencial no desenrolar das investigações da operação , que vem rastreando desvios milionários na execução de contratos firmados entre a Fundação Municipal de Esportes e Lazer (Fundesportes), federações e  associações esportivas.

 

 

Segundo a polícia, as investigações apontam que o dinheiro teria sido usado para financiar campanhas eleitorais em 2014. A verba seria destinada para projetos sociais e de incentivo ao esporte. Empresas fantasmas emitiam notas fiscais frias para justificar despesas e serviços não realizados na prestação de contas dos convênios, sendo que os valores recebidos eram desviados para servidores públicos, presidentes de entidades, empresários e agentes políticos.

 

Em fevereiro, após o cumprimento de diversas diligências os Peritos Oficiais da seção de contabilidade forense realizaram uma varredura nos sistemas financeiros e contábeis, identificando as operações suspeitas.

 

A  operação “Jogo Limpo” é realizada pela Delegacia de Repressão a Crimes de Maior Potencial Contra a Administração Pública e conta com o apoio de Peritos Oficiais, delegados e mais de 110 policiais civis.

(Ascom/Divulgação)

COMPARTILHE:


Confira também:


Covid-19

Tocantins contabilizou 570 novos casos confirmados da Covid-19

Dos 570 novos casos, 260 foram detectados por RT-PCR, 9 por sorologia e 301 através testes rápidos.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira