Saturday, 25 de May de 2019

GERAL


Operação PF

PF investiga mercado ilegal de ouro

23 Oct 2018    10:08

A Polícia Federal deflagrou nessa manhã (23) a OPERAÇÃO ROTA DO OURO com o objetivo de desarticular suposto mercado de ouro ilegal extraído da região de Natividade-TO. Aproximadamente 62 Policiais Federais cumprem dez Mandados Judiciais de Busca e Apreensão expedidos pela Vara Federal de Gurupi/TO e 12 Mandados de Intimação nos estados de Tocantins, São Paulo, Bahia, Distrito Federal e Pará. Ocorre também o bloqueio de valores nas contas bancárias dos envolvidos visando a recuperação de valores do ouro extraído e reparação dos danos ambientais causados com a extração. A Investigação teve início com uma fiscalização em conjunto da PF com o Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM, culminando no fechamento de garimpo ilegal na zona rural de Chapada de Natividade/TO. A investigação atualmente aponta que o ouro extraído de forma ilegal tem como destino São Paulo e o exterior. A extração ilegal não gera benefícios para a comunidade local, não há criação de empregos formais e nem arrecadação de impostos. A população local tem sofrido com os danos ambientais e contaminação com metais pesados utilizados pela garimpagem ilegal do ouro. Os investigados podem responder pelos crimes de usurpação de bens da União, organização criminosa e lavagem de dinheiro. O nome da operação faz referência ao seu objetivo que é de elucidar qual o destino do ouro extraído da região de Natividade-TO. 

COMPARTILHE:


Confira também:


MAIO AMARELO

Homens são os que mais morrem de acidentes no trânsito

Acidentes de trânsito são a segunda maior causa de mortes externas no país. Em 82% dos casos, as vítimas fatais são do sexo masculino.

Investimentos

Semana do Governador Carlesse é marcada por encontro com investidores em São Paulo

Além da viagem a São Paulo, o Governador também foi homenageado na AL e recebeu executivos da Caixa




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira