Saturday, 23 de February de 2019

GERAL


Operação PF

PF investiga mercado ilegal de ouro

23 Oct 2018    10:08

A Polícia Federal deflagrou nessa manhã (23) a OPERAÇÃO ROTA DO OURO com o objetivo de desarticular suposto mercado de ouro ilegal extraído da região de Natividade-TO. Aproximadamente 62 Policiais Federais cumprem dez Mandados Judiciais de Busca e Apreensão expedidos pela Vara Federal de Gurupi/TO e 12 Mandados de Intimação nos estados de Tocantins, São Paulo, Bahia, Distrito Federal e Pará. Ocorre também o bloqueio de valores nas contas bancárias dos envolvidos visando a recuperação de valores do ouro extraído e reparação dos danos ambientais causados com a extração. A Investigação teve início com uma fiscalização em conjunto da PF com o Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM, culminando no fechamento de garimpo ilegal na zona rural de Chapada de Natividade/TO. A investigação atualmente aponta que o ouro extraído de forma ilegal tem como destino São Paulo e o exterior. A extração ilegal não gera benefícios para a comunidade local, não há criação de empregos formais e nem arrecadação de impostos. A população local tem sofrido com os danos ambientais e contaminação com metais pesados utilizados pela garimpagem ilegal do ouro. Os investigados podem responder pelos crimes de usurpação de bens da União, organização criminosa e lavagem de dinheiro. O nome da operação faz referência ao seu objetivo que é de elucidar qual o destino do ouro extraído da região de Natividade-TO. 

COMPARTILHE:


Confira também:


Pressão

Parlamentares solicitam retomada de cirurgias e reforma de hospitais

Também foi solicitada pela deputada Cláudia Lelis (PV) a compra de insumos e materiais para unidades hospitalares do Estado.

Xingu

Viagem Gastronômica oferece menu degustação com pratos inspirados na culinária da Aldeia do Xingu

Para Ruth Almeida, a vivência com os indígenas ultrapassa o campo profissional, pois é também uma transformação da sua vida pessoal e uma experiência rica em conhecimentos.


Tocantins

Membros do MPE comemoram aprovação de Lei que permite Promotores concorrerem ao cargo de Procurador-Geral de Justiça

Pelo projeto de Lei, poderão compor a lista tríplice, a partir da próxima eleição, os Promotores de Justiça de 3ª entrância, em exercício na instituição, que tenham no mínimo 10 anos de carreira e 35 anos de idade.


Palmas

Tiago Andrino apresenta projeto que institui tradução simultânea em Libras na Câmara

Anteriormente, Andrino já havia solicitado o serviço, por meio de requerimento, o que permitiu que um profissional de Libras atuasse na Casa de Leis por aproximadamente um ano.


Palmas

Projeto aconchego acolhe e leva tranquilidade aos acompanhantes na UTI do HGP


Sesau

Casos de Sarampo em estados vizinhos causam preocupação na Saúde


Em audiência com Tiago Dimas, Ronaldo Dimas e Eduardo Gomes, ministro garante liberação de recursos


AL

Presidente da Assembleia recebe demandas do sindicato dos jornalistas do Tocantins


Presidente

Léo Barbosa é eleito presidente do Bloco Brasileiro da União de Parlamentares Sul-Americanos


Defesa do Comércio

Diogo Fernandes lidera Frente Parlamentar em defesa do comércio



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira