Monday, 19 de November de 2018

GERAL


Geral

Pilão, Caboclo e Damasco lançam filtros de papel

06 Oct 2017

São Paulo, 06 de outubro de 2017 - As marcas de cafés Pilão, Caboclo e Damasco, pertencentes a JACOBS DOUWE EGBERTS (JDE), lançam no mercado brasileiro filtros de papel para o preparo de café coado. Em breve, os produtos estarão disponíveis nas principais redes de supermercado do país, oferecendo aos consumidores uma experiência ainda mais completa com suas marcas preferidas.
Produzidos com papel 100% filtrante, de fibra celulose, os produtos podem ser encontrados em dois tamanhos, 102 (menor) e 103 (maior), atendendo as diferentes preferências e necessidades de preparo e quantidades da bebida.
 
Pilão, Caboclo e Damasco possuem juntas 17,1% da participação de mercado em valor na categoria de café torrado e moído no Brasil. Os filtros de papel serão distribuídos em regiões de maior importância para cada marca. Pilão, que é líder de mercado no país com 12,2% de participação em valor, estará disponível em SP, RJ, MG e Sul. Damasco, marca preferida dos curitibanos, com 22% de participação na região, será distribuído em toda região Sul. Já Caboclo estará presente em SP, MG e na região Sul, onde a marca possui 12,3% de participação.
 
Sobre a JACOBS DOUWE EGBERTS (JDE) – Companhia global de cafés e chás com sede na Holanda, servindo consumidores em mais de 100 países pela Europa, América Latina e Austrália ocupando a 1ª ou 2ª posição em 28 países. É conhecida no Brasil através de suas marcas de café Pilão, Caboclo, Damasco, Bom Taí, Seleto, Pelé, Moka, Café do Ponto e agora também L´OR. Nossa promessa - "A coffee for every cup".

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

21

PARABÉNS!
PARABÉNS!

19

BOM
BOM

23

AMEI!
AMEI!

17

KKKK
KKKK

18

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

24

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

20

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Entrega de Moradias

Mauro Carlesse e ministro das Cidades entregam apartamentos do Residencial Parque da Praia

A iniciativa faz parte da política habitacional do Governo do Estado e conta com o recurso do governo federal, por meio do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS).

Crise

Partido Novo pede a cassação do Deputado Olyntho Neto

A meta inicial era superar 10 mil assinaturas. Mas já neste domingo (18), 1 dia após lançada a petição, mais de 7.000 mil pessoas já haviam assinado. A petição pode ser acessada no site change no link petição do NOVO.




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira