Wednesday, 19 de June de 2019

GERAL


Segurança

Polícia Civil realiza “Operação Labéu” e prende acusados de participar de homicídio familiar

17 Sep 2018    22:04
Divulgação Polícia Civil realiza “Operação Labéu” e prende acusados de participar de homicídio familiar

Em cumprimento a mandados judiciais, a Polícia Civil, por meio da 6ª Regional de Polícia e da Delegacia Municipal de Marianópolis, localizada no Sudoeste do Tocantins, realizaram nesta segunda-feira,17, a “Operação Labéu”, que prendeu três pessoas, sendo duas delas integrantes de uma mesma família acusadas de participarem do homicídio do sr. Neuracy Rodrigues do Nascimento. Após as investigações, constatou-se que um casal de irmãos seriam os autores do homicídio do próprio pai. O executor é um adolescente.

 

O crime teria ocorrido em agosto passado no Projeto de Assentamento Manchete, localizado no município de Marianópolis, a 182 quilômetros de Palmas. A vítima foi encontrada caído na sala de sua residência após ser atingido por um disparo de arma de fogo na cabeça.

 

De acordo com o delegado Eduardo César de Menezes, responsável pela operação, no dia do ocorrido, a esposa da vítima, a dona de casa Zilda Pereira Lira, chegou a informar à Polícia Militar, primeiros a chegar ao local, que Neuracy havia se suicidado. “A Polícia Civil de Marianópolis, ao iniciar as investigações, descobriu que a intenção de Zilda, quando disse aos Policiais Militares que se tratava de um suicídio, era acobertar a conduta do filho J. P. N, de apenas 17 anos de idade”, ressaltou.

 

Ainda acordo com o Delegado responsável pelo caso, minutos antes da morte, teria-se iniciado uma discussão entre Neuracy, Zilda e a filha Vanuza Pereira Nascimento. Em meio ao desentendimento, Vanuza partiu em direção à casa de vizinhos solicitando o empréstimo de uma faca. Sem sucesso, a acusada procurou o irmão J.P. N para que a auxiliasse na consumação de seu intento criminoso. “J.P.N, ao ser acionado pela irmã, dirigiu-se à residência do pai e, atirou contra a cabeça do próprio pai”, afirmou.

 

 Prisões

 Além dos dois irmãos, foi preso Edevaldo Ferreira dos Santos, o qual, segundo as investigações, auxiliou Vanuza e o adolescente no crime. Edevaldo será encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Paraíso, Vanusa para a Unidade Prisional Feminino de Palmas e o adolescente permanecerá apreendido no Complexo de Delegacias de Paraíso até ser identificado um espaço socioeducativo de cumprimento de pena.

 

Operação

 

Denominada Labéu, o título da operação é sinônimo de indignidade, instituto previsto no Código Civil Brasileiro que, como forma de punição, exclui da linha sucessória os herdeiros que atentam contra vida de seus ascendentes.

 A operação contou com o apoio das 1a, 2a e 3a Delegacias de Polícia Civil de Paraíso, Delegacias Especializadas em Atendimento à Mulher e da Criança e Adolescente de Paraíso, Delegacias de Polícia de Divinópolis, Lagoa da Confusão, Cristalândia e Pium, Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) e Centro Integrado de Operações Aéreas - CIOPAER.

COMPARTILHE:


Confira também:


Tocantins

Incentivos fiscais oferecidos pelo Estado atraem investidores de diferentes regiões do país

Empresários dos setores atacadistas, hospitalar, assessoria empresarial e advocatícia estão com projetos de investimentos a curto e médio prazo no Estado

Crise

"As conversas são autênticas e eles sabem disso", diz editor do The Intercept Brasil

Leandro Demori conversou com o Brasil de Fato sobre os bastidores da série "As mensagens secretas da Lava Jato"




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira