Tuesday, 11 de December de 2018

GERAL


Procon

Procon notifica BRK por falta de água e dá prazo de 48h para concessionária se justificar

24 Aug 2018    16:47

Após diversas reclamações dos consumidores por desabastecimento, oscilação na pressão na chegada da água, má qualidade e aparência da mesma em diversas quadras de Palmas e Porto Nacional a Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor do Tocantins (Procon/TO) notificou a concessionária BRK Ambiental na manhã desta sexta-feira, 24.


A falta de água iniciou na última quarta-feira, 22, sendo noticiada por vários veículos de imprensa e permanecendo instável em alguns bairros. Na notificação, o  Procon Tocantins solicita que  a BRK justifique os motivos para os problemas que estão acontecendo, assim como apresente ações preventivas adotadas para reduzir os danos causados aos consumidores. O prazo estabelecido é de 48 horas.


O superintendente do Procon, Walter Nunes Viana Junior, destacou que é necessário assegurar que os direitos dos consumidores sejam cumpridos e prejuízos sejam evitados, uma vez que o fornecimento de água trata de um serviço essencial para a população.


“Estamos atuando de acordo com Defesa do Consumidor, que determina que  empresas, concessionárias, permissionárias a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuos. Estamos trabalhando ainda para que haja transparência e harmonia das relações de consumo”, explicou o gestor.


 Em caso de denúncias, o cidadão deve fazer contato com o Procon por meio do Disque Procon 151 e também com os  núcleos nos  endereços  disponíveis no link:https://procon.to.gov.br/institucional/nucleos-regionais/.  Para formalizar a denúncia é preciso checar bem as informações, apresentar comprovantes e fotos para subsidiar as ações de fiscalização.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

15

PARABÉNS!
PARABÉNS!

18

BOM
BOM

14

AMEI!
AMEI!

17

KKKK
KKKK

17

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

10

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

14

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

brk ambiental procon

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Requerida pelo MPE

Liminar determina retorno às funções de delegados regionais e servidoras afastados pelo governo no caso Araguaína

Toda a argumentação e os fatos apresentados pelo Ministério Público Estadual foram integralmente acatados pelo juiz Manuel de Faria Reis Neto, que expediu a liminar.


  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira