Friday, 28 de February de 2020

GERAL


Preservação

Produtores rurais da região de Paranã participam de Curso de Proteção de Nascentes e Matas Ciliares

12 Sep 2018
Divulgação   Produtores rurais da região de Paranã participam de Curso de Proteção de Nascentes e Matas Ciliares

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (SENAR/TO), instituição presidida pelo presidente, Paulo Carneiro, realizou essa semana o Curso de Proteção de Nascentes e Matas Ciliares, direcionado a produtores do Município de Paranã, região sudeste do Estado do Tocantins. O curso foi ministrado na escola, Euclides Bezerra e contou também com a parceria do Sindicato Rural de Paranã, instituição coordenada pela presidente, Edimee de Cassia Pereira da Costa Tocantins.  

 

Os alunos receberam informações sobre como identificar e classificar nascentes, preparação do local para recuperação, espécies propícias para plantio próximo às nascentes e nas matas ciliares, bem como a legislação ambiental pertinente ao assunto.

 

O instrutor do SENAR, Paulo Henrique Soares Silva, destacou a importância da conscientização e do próprio produtor rural na manutenção das fontes de água.

“Não se faz nada sem água em uma propriedade rural e a cobertura nativa, principalmente a florestal, que se encontra nas matas de topos de morros e ciliares, bem como nas que estão localizadas no entorno das nascentes, é fundamental e estratégico para a manutenção dos lençóis subterrâneos a proteção”, explicou o instrutor.

 

Ele ainda conta que o curso teve como propósito, capacitar pessoas do meio rural para desenvolver práticas de conservação, Recuperação de APPs, mais especificamente margens de Nascentes, de rios, córregos. “Nossa metodologia é simples é baseada em 5 passos que são: conhecer, cercar, limpar, controlar erosões e plantar espécies nativas nestas áreas de APPs comentou Paulo.

 

Para o aluno Rosaldino Soares da Silva, o curso foi muito bom, ele ainda comentou que conseguiu respostas para muitas dúvidas sobre como executar de forma correta o plantio das mudas e sobre como deve ser feita a distribuição de cada espécie nas proximidades das nascentes.

 

“Para mim o curso foi excelente, pois além de aprender o manejo correto, o trabalho de campo serviu como ponta pé inicial para a recuperação da nascente que abastece a propriedade”, completou o aluno.

COMPARTILHE:


Confira também:


Desfile

Viradouro é a campeã do carnaval no Rio de Janeiro

Em segundo lugar ficou a Acadêmicos do Grande Rio

Decisão

Justiça define que Incra não pode desistir de ação e desapropria Fazenda Vera Cruz, no TO

Decisão destaca que insuficiência de dotação orçamentária não pode se sobrepor à efetivação dos direitos fundamentais à moradia, ao trabalho, à alimentação e à função social da propriedade


Oportunidade

IEL Tocantins seleciona estagiários para o Ministério Público

Todas as informações estão publicadas no site www.iel-to.com.br


ATS

Obras de extensão de rede são entregues em Palmeirante

Mais de 200 famílias passaram a receber água tratada no Povoado Paciência


Internacional

Novo coronavírus: Itália registra 11 mortes e contágios aumentam


Araguaína

Alegria e interação marcaram o bloquinho das crianças do HMA


Sucesso

CarnaPraça levou mais de 20 mil foliões para a Praça dos Girassóis


Brasil

Skyy Vodka patrocina Carnaval cheio de diversidade


Dia 29/02

Dia Mundial das Doenças Raras é marcado por atividades em todo o país


Ponto de Vista

Cobrança indevida de bagagem por cias aéreas



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira