Tuesday, 16 de July de 2019

GERAL


Taquari

Programas habitacionais do Jardim Taquari passarão por novos processos licitatórios

15 Jun 2018    10:12

Os programas habitacionais da T-23, do setor Jardim Taquari, em Palmas passarão por novos processos licitatórios. O anuncio foi feito pelo superintendente de Habitação, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sehab), Quesede Henrique, durante reunião com os beneficiários do programa, em reunião realizada nesta quinta-feira, 14, no setor Aureny III.

 

“Temos obras previstas do PPI [Projetos Prioritários de Investimentos] Intervenções em Favelas, com a previsão de construção de 183 casas e o programa Pró-Moradia, com previsão de 260 unidades habitacionais, com 132 iniciadas. Ocorre que esses conjuntos habitacionais foram ocupados, houve atraso nas obras. As obras do PPI foram abandonadas pela empresa e a empresa do Pró-Moradia não atendeu a notificação para retomar as obras e o contrato também foi interrompido”, explicou o superintendente.

 

Quesede Henrique ressalta que os novos processos licitatórios estão sendo elaborados por meio de estudos técnicos. “Estamos realizando um levantamento técnico de cada empreendimento, para sabermos a situação de cada um deles. Quando ocorreu a ocupação, por exemplo, obras ficaram paradas e algumas unidades habitacionais foram depredadas”.

 

De acordo com a diretora habitacional social, Tatiane Alves, a reunião com os beneficiários do programa é uma forma de passar a real situação das unidades habitacionais do setor Jardim Taquari. "Esse é o momento de esclarecer a situação das obras e os critérios para permanência no programa. Também orientamos sobre a importância de manter o cadastro atualizado e a participação nos plantões sociais. Os beneficiários merecem esses esclarecimentos”, ponderou.

 

Plantão Social

 

Os beneficiários dos projetos habitacionais devem procurar o plantão social, um meio pelo qual historicamente tem ocorrido a triagem e seleção de demandas para inclusão de atendimentos sociais, aplicado tanto pela organização estatal quanto em ações sociais privadas.

 

Enquanto aguardam a retomada das obras, os inscritos no Cadastro Estadual de Habitação devem atualizar seus dados sempre que houver algum tipo de alteração no seu perfil, como: mudança de telefone; endereço; estado Civil, dentre outros. Os atendimentos destes programas são realizados todas as segundas para o Pro Moradia e terças para o PPI, das 8 as 13 horas. 

 

Obras

 

Ambas as obras foram afetadas pela ocupação que ocorreu em novembro de 2016. Na época, 298 unidades habitacionais foram ocupadas e a desocupação completa só ocorreu quase um ano depois, em outubro de 2017. Atenta as demandas dos ocupantes, depois da desapropriação foi feito um perfil social deles para serem integrados a novos programas. Foram identificados que 10 famílias estavam cadastradas e pré-selecionadas no programa; 57 famílias estavam cadastradas aguardando serem inseridas em algum programa; e 183 não estavam cadastradas no sistema da secretaria.

COMPARTILHE:


Confira também:


Raio X

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

De acordo com o indicador do SPC Brasil, mais da metade das dívidas pendentes (53%) de pessoas físicas no país têm como credor algum banco ou instituição financeira

Turismo

Abrajet leva jornalistas para o Rally das Águas em Itacajá nesta sexta-feira

Com poucas vagas, as inscrições para participação estão sendo feitas pelo fone 63 99974-2116 com Suzana Barros, sócio fundadora da Abrajet-TO.



Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco

As regiões pretendem integrar a Rede de Cidades Criativas da entidade. Atualmente, o país conta com oito selos; resultado sai até fim de outubro


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip

Benegrip Multi Dia e Noite terá ação digital integrada em multiplataformas do Grupo Record


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação

A Seciju, por meio da Gerência de Prevenção contra as Drogas e Núcleo Acolher, orienta dependentes e co-dependentes a procurar o serviço desenvolvido pelos grupos de ajuda mútua, como Alcóolicos Anônimos (AA), Narcóticos Anônimos (NA) e Amor- Exigente.


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical


Defensoria

DPE-TO defende criação de ambulatório trans no Tocantins


Palmas

Cine Cultura renova parceria com Sessão Vitrine e promove encontro com o premiado produtor João Vieira na terça, 16


Em Palmas

Membro de grupo estratégico da Embrapa apresentará dados sobre produção e preservação no cerrado e Matopiba


Interior

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Itacajá



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira