Sunday, 23 de February de 2020

GERAL


Seagro

Projeto visa garantir a inclusão de pescado em programas sociais e merenda escolar

01 Apr 2015

Para reverter esse quadro, o Governo do Estado está desenvolvendo projetos para favorecer a produção da carne mecanicamente separada de peixe (CMS) e sua inserção em programas sociais e na merenda escolar.  

O setor do pescado se encontra em desenvolvimento constante. De 2010 para 2014, a produção do Estado cresceu 130%, elevando a produção de 6,5 mil toneladas para 15 mil toneladas. Números que ainda não são suficientes para atender às demandas de mercado e que pela dificuldade de processamento não alcançam um potencial de produção, conforme destacou a bióloga do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Cássia Bento Sobreira.

"Existe muita demanda, inclusive falta produto, mas estamos trabalhando para que a produção seja melhor aproveitada. Por meio de parceria com Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária], Sesc Mesa Brasil, Ministério da Pesca e Aquicultura, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Companhia Nacional de Abastecimento [Conab] e Frigorífico Bonutt Fish, de Aliança do Tocantins, estamos preparando os pequenos pescadores, no sentido de promover a inserção do pescado nos programas sociais", destacou.

A partir do projeto, os produtores organizados em cooperativas e colônias de pescadores vão repassar as suas produções para a Conab para serem transformadas em CMS, no Frigorifico Bonutt Fish, e por meio do programa Sesc Mesa Brasil serão repassados para programas sociais. "Serão beneficiadas as creches, as Apaes [Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais] e as casas de acolhimentos de idosos. Ampliaremos o consumo e ainda vamos melhorar o serviço de inspeção de pescado, assim como o escoamento da produção", disse.

A expectativa é que a carne mecanicamente separada de peixe também passe a integrar a merenda das unidades escolares tocantinenses, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).  "A inclusão do pescado no cardápio escolar é muito importante, pois o peixe tem grande valor nutricional e promove o desenvolvimento econômico das localidades", explicou.
 
Carne mecanicamente separada de peixe

A carne mecanicamente separada de peixe (CMS), ou também conhecida como polpa de peixe, é uma obtida a partir do processamento da carne e que ajuda a aproveitar o máximo da carne da carcaça do peixe, o que proporciona a elaboração de produtos semiprontos, livre de espinhas e ossos, o que facilita a sua utilização na alimentação, inclusive de crianças e idosos.
 
Geração de renda

Ainda de acordo com Cássia Sobreira, os pequenos produtores do setor de pescado também serão beneficiados com a geração de renda. "Eles vão receber de acordo com a quantidade de pescado que fornecerem por meio de suas associações e colônias", apontou a bióloga, ao destacar a importância da organização do setor.

COMPARTILHE:


Confira também:


Especial

Entenda os limites para o comportamento no Carnaval; novas leis endurecem excessos

Pelo segundo ano consecutivo, os brasileiros vão brincar tendo como limite a Lei 13.718/2018, que criou o crime de importunação sexual


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira