Saturday, 23 de February de 2019

GERAL


Projetos sociais

Quebradeiras de coco recebem apoio da Petrobras

03 Jun 2008

Setenta e dois projetos sociais, distribuídos por todos os estados brasileiros, dentre eles o Projeto Babaçu, da Associação Regional das Mulheres Trabalhadoras Rurais do Bico do Papagaio - Asmubip, no extremo norte tocantinense, vão receber da Petrobras o montante de R$ 27,5 milhões, em 2008, para desenvolver iniciativas que contemplem uma das três linhas de atuação: Geração de Renda e Oportunidade de Trabalho; Educação para a Qualificação Profissional, e Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente.

No caso da agremiação tocantinense, os itens observados foram Geração de Renda e Oportunidade de Trabalho, já que o projeto da associação promove o desenvolvimento social e econômico de famílias trabalhadoras rurais por meio do fortalecimento da cadeia extrativista do coco babaçu, com a ampliação da produção e a melhoria da qualidade dos subprodutos, atendendo 810 mulheres em situação de vulnerabilidade sócio-econômica. A Petrobras irá destinar para esse projeto cerca de R$ 567 mil.

O anúncio dos projetos sociais contemplados com patrocínio, nessa primeira seleção pública do Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras, foi feito no último dia 30 de maio, na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro. No total, 6.485 projetos foram inscritos na seleção pública. A escolha dos 72 projetos finalistas se estendeu de fevereiro a maio deste ano e envolveu 140 avaliadores, que foram distribuídos pelas diversas etapas de análise: Triagem Técnica, Avaliação Econômica, Comissão de Seleção e Conselho Deliberativo.

De acordo com Luiz Fernando Nery, gerente de Responsabilidade Social da Petrobras, outros 20 projetos tocantinenses foram inscritos, mas apenas um foi contemplado devido à baixa qualidade técnica da maioria dos projetos, além da reduzida quantidade de inscrições na região. “Apesar de uma equipe da Petrobras visitar todos os estados do Brasil, da região Norte poucos projetos foram inscritos”, pontuou.

Apesar disso, a distribuição territorial dos projetos contemplou de forma equilibrada as cinco regiões brasileiras. O Nordeste terá 25 projetos patrocinados (o equivalente a 34,7%), com recursos da ordem de R$ 9,1 milhões (33,2%). Os 18 projetos do Sudeste (25% do total), receberão R$ 6,7 milhões (24,4%). No Sul, os 10 projetos escolhidos (13,9%) vão absorver R$ 3,2 milhões (11,8%). Na região Norte, são nove projetos (12,5%), totalizando R$ 4 milhões (14,7%). Já os seis projetos dos estados do Centro-Oeste (8,3%) vão ficar com recursos da ordem de R$ 2 milhões (7,6%).

 

Sobre o programa

O Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras vai investir R$ 1,2 bilhão no período de 2007 a 2012. Tem como meta atender quatro milhões de pessoas diretamente e 14 milhões indiretamente em todo o Brasil e pretende alcançar, ainda, com ações de comunicação e difusão da cidadania, outros 27 milhões de pessoas.

O Programa inaugura uma nova fase na gestão do investimento social da Companhia. Estabelece um conjunto de indicadores e metas de desempenho para integrar o monitoramento das ações e a avaliação dos resultados em todo o território nacional. Segundo o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, “este é o grande diferencial apresentado pelo Desenvolvimento & Cidadania Petrobras, ao oferecer uma maior eficiência na implantação de projetos, na mensuração de desempenho e na gestão com base na estratégia corporativa”.

O Programa Petrobras Fome Zero deu início à política da Petrobras de destinar recursos, via seleção pública, a iniciativas da sociedade que promovam o desenvolvimento com igualdade de oportunidades e valorização das potencialidades locais. De 2003 a 2006, via Programa Petrobras Fome Zero, foram investidos mais de R$ 395 milhões em 1.751 projetos sociais em todos os estados brasileiros.

 

Dados gerais

Setembro de 2003 a 2006:


. Nº de projetos – 1.656;

. Parcerias firmadas – 15.092;

. Nº de pessoas atendidas diretamente – 2.548.579;

. Nº de pessoas atendidas indiretamente – 8.187.165;

. Investimentos – R$ 395.850.404,44.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pressão

Parlamentares solicitam retomada de cirurgias e reforma de hospitais

Também foi solicitada pela deputada Cláudia Lelis (PV) a compra de insumos e materiais para unidades hospitalares do Estado.

Xingu

Viagem Gastronômica oferece menu degustação com pratos inspirados na culinária da Aldeia do Xingu

Para Ruth Almeida, a vivência com os indígenas ultrapassa o campo profissional, pois é também uma transformação da sua vida pessoal e uma experiência rica em conhecimentos.


Tocantins

Membros do MPE comemoram aprovação de Lei que permite Promotores concorrerem ao cargo de Procurador-Geral de Justiça

Pelo projeto de Lei, poderão compor a lista tríplice, a partir da próxima eleição, os Promotores de Justiça de 3ª entrância, em exercício na instituição, que tenham no mínimo 10 anos de carreira e 35 anos de idade.


Palmas

Tiago Andrino apresenta projeto que institui tradução simultânea em Libras na Câmara

Anteriormente, Andrino já havia solicitado o serviço, por meio de requerimento, o que permitiu que um profissional de Libras atuasse na Casa de Leis por aproximadamente um ano.


Palmas

Projeto aconchego acolhe e leva tranquilidade aos acompanhantes na UTI do HGP


Sesau

Casos de Sarampo em estados vizinhos causam preocupação na Saúde


Em audiência com Tiago Dimas, Ronaldo Dimas e Eduardo Gomes, ministro garante liberação de recursos


AL

Presidente da Assembleia recebe demandas do sindicato dos jornalistas do Tocantins


Presidente

Léo Barbosa é eleito presidente do Bloco Brasileiro da União de Parlamentares Sul-Americanos


Defesa do Comércio

Diogo Fernandes lidera Frente Parlamentar em defesa do comércio



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira