Saturday, 19 de September de 2020

GERAL


Microlente

Rápida e segura, cirurgia é opção para míopes do TO e região

16 Mar 2011

Primeiro surge um desconforto visual, as letras dançam na sua frente e você sente que é preciso apertar os olhos para começar a ler. Esses sintomas podem ser sinais de miopia, condição em que os olhos enxergam os objetos que estão perto, mas não são capazes de ver claramente os objetos que estão longe.

Segundo o oftalmologista e cirurgião ocular do Instituto da Visão, Tiago Bessa, estima-se que algo em torno de 7 a 13% das pessoas sejam portadoras de miopia. “A miopia deixa a visão das pessoas bastante embaçada para distante. Quanto maior o grau de miopia, pior a visão para longe. Pacientes a partir de 2 graus de miopia normalmente já são bem dependentes dos óculos e têm dificuldades de realizar tarefas simples do dia-a-dia como, por exemplo, dirigir, principalmente à noite, assistir a uma aula com projeção na escola ou mesmo ver as legendas de um filme no cinema”, diz Bessa, que completa, “para isso elas devem fazer uso dos óculos ou lentes de contato, especialmente os que têm alta miopia. Mas nem todo mundo quer isso e existem pessoas intolerantes tanto aos óculos quanto às lentes de contato”.

Porém, as pessoas que sentem esse desconforto visual em graus mais elevados, principalmente acima de 6 graus, podem voltar a ter uma vida normal através de procedimento oftalmológico, que permite que pessoas com altos graus de miopia se tornem independente dos óculos ou lentes de contato.

O oftalmologista explica que realiza em Palmas uma eficiente e segura cirurgia ocular que traz bons resultados, inclusive superiores à cirurgia a ''laser'' em alguns casos.  “A lente chama-se ‘Artiflex’ e faz parte de um conjunto de lentes mundiais denominadas ‘lentes fácicas’ que são desenvolvidas para beneficiar os pacientes com altas miopias e podem corrigir até 24 graus de miopia”, explica o oftalmologista.



Microlente
A ''Artiflex'' é uma microlente dobrável que possui diâmetro total de 8.5mm e pode ser implantada dentro do olho humano através de uma microincisão de 3mm. A lente fica fixa na íris (parte colorida do olho) de forma definitiva e não modifica de forma alguma a aparência normal do olho do paciente.

A cirurgia é indolor, necessita apenas anestesia local em forma de colírio e dura aproximadamente 15 minutos. “Somente este é o tempo necessário para livrar um paciente de até 15 graus de miopia. Em apenas um dia o resultado já é percebido pelo paciente de forma fantástica. Para pacientes com mais de 15 graus há outras lentes muito boas e seguras, mas não dobráveis”, completa Bessa.

Além de beneficiar essas pessoas com miopia mais alta, este tratamento também contempla aquelas pessoas com menor grau que quiseram fazer cirurgia a ''laser'', mas por algum problema ocular ou particularidade anatômica, como uma córnea fina por exemplo, não foram aconselhados a se submeter.  “O público-alvo principal deste procedimento são as pessoas com altas miopias, principalmente acima de 6 graus, mas também aquelas com menor grau que não puderam fazer cirurgia a ''laser'' no passado”, conta Bessa.

“Apesar de relativamente recente no Brasil esse procedimento já é bem difundido em grandes centros internacionais, principalmente europeus, e recentemente eu realizei o primeiro caso do implante no Tocantins, no Instituto da Visão. Corrigi um paciente que apresentava 18 graus de miopia em um olho e 15 graus no outro”, finaliza o oftalmologista.
 
 

As pessoas que podem ser submetidas a este tipo de procedimento são:
1- Portadores de miopia, especialmente miopia mais alta (acima de 5 graus);
2- Pacientes com graus menores de miopia que não podem fazer cirurgia a ''laser'' na córnea, por alguma alteração como uma córnea fina ou doente;
3- Pacientes que apresentem estabilidade do grau há pelo menos um ano;
4- Pacientes com exames oculares complementares dentro da normalidade.

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

Tocantins registra 885 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 190.325 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 62.498 casos confirmados. Destes, 44.830 pacientes estão recuperados, 16.818 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 850 pacientes foram a óbito.

Economia

Vice-governador articula relação do Basa com Governo para prorrogação de decreto que garante crédito especial às empresas afetadas pela pandemia

No total, foram disponibilizados o montante de R$ 2 bilhões para empresas a taxas de juros de 2,5% ao ano, bem abaixo ao praticado no mercado, e com prazo de carência até oito meses.


Justiça

Magistrado Pedro Nelson de Miranda Coutinho é o mais novo desembargador do Judiciário tocantinense

Além do corregedor-geral da Justiça, votaram os desembargadores Marco Villas Boas, Moura Filho, Jacqueline Adorno, Ângela Prudente, Eurípedes Lamounier, Maysa Vendramini, Etelvina Maria Sampaio Felipe e, por último, o presidente Helvécio Maia Neto.


Obras

Governador Carlesse assina Ordem de Serviço para recuperação de estradas vicinais em três municípios

Serviços serão executados em Cristalândia, Lizarda e Paranã


Justiça

Ministério Público expede parecer favorável a Delegados após Corregedoria instaurar sindicâncias


Eleições 2020

Prefeita Cinthia Ribeiro fecha convenção com apoio de seis partidos


Emprego

Sine Tocantins orienta trabalhadores para uma boa entrevista de emprego. Nesta quarta, 16, são 403 vagas no Estado


Covid-19

Boletim coronavírus (Covid-19): taxa de internações hospitalares sofre redução na Capital


Economia

Procon Municipal de Palmas divulga pesquisa de preços dos itens da cesta básica


Agricultura

Governo do Tocantins e Ministério da Agricultura retomam convênio e fortalece assistência a agricultores familiares



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira