Saturday, 21 de September de 2019

GERAL


Recall e indenizações

09 Jun 2010

Carlos Roberto de Souza Amaro
www.souzaamaro.com.br  

O que é isso?  É a chamada de consumidores, de produtos ou serviços para a substituição ou conserto de alguma coisa defeituosa no produto ou serviço, que pode ser automóvel, brinquedos, remédios e etc. No presente artigo, o verbete “auto” significa qualquer equipamento que se mova por intermédio de propulsão motora. Ou seja, automóvel pequeno ou grande, caminhões, tratores, aviões, barcos e etc.O fabricante tem a obrigação de, somente, colocar produtos no mercado consumidor, após realizar todos os testes que a ciência conhece. Todavia, não é assim que sempre ocorre.

Se colocar no mercado, produtos sem executar todos os testes de fábrica, para deixar que o mercado faça, sem se importar com os riscos e os desconfortos que podem trazer aos consumidores. Outras vezes, se coloca no mercado um produto porque o corrente lançou primeiro um similar e seu concorrente não quer perder espaço. Nenhuma dessas condutas é aceitável. A conseqüência inevitável será a obrigação de indenizar os consumidores lesados, além de outras sanções de ordem administrativa, aplicadas pelos órgãos competentes.O chamamento dos consumidores, para comparecerem nas revendas de veículos para a substituição da peça com defeito termina o direito dos consumidores? Pensamos que não.

Três pontos merecem melhor reflexão. O primeiro, é em relação ao veículo que sofreu o recall, se ficará desvalorizado no mercado automobilístico. O segundo é o tempo e as despesas que o consumidor suporta para levar o automotor até a concessionária, para que esta realize a substituição da peça defeituosa. A terceira, é o risco da seguradora diminuir o valor do veículo segurado, em razão da chamada para o recall. Não se pode ainda perder de vista o risco que, em alguns casos, o consumidor fica submetido.Analisemos cada um destes pontos.

Caso se confirme a desvalorização do auto reparado em razão do recall, o fabricante tem o dever de indenizar para compensar essa diminuição patrimonial. Tempo para quem é produtivo, que trabalha, é dinheiro. Assim, o tempo de deslocamento da residência até a concessionária, o período que o consumidor fica na concessionária aguardando a substituição da peça, assim como o tempo dedicado para o retorno até a residência, devem ser indenizados pelo fabricante do auto. O combustível utilizado para esse deslocamento, bem como o desgaste do auto, posto que em muitos casos, é necessário percorrer centenas de quilômetros até a concessionária mais próxima deve ser indenizado. É o caso típico de quem reside no interior, onde o acesso à concessionária mais próxima é bastante longo.

Porém, não quer dizer que quem reside na mesma localidade onde se encontra a concessionária da marca do seu auto não tenha direito à indenização.Na verdade, quando o defeito identificado para o recall, colocar em risco a vida dos ocupantes do auto ou de terceiros, a prudência recomenda que o mesmo não deve ser utilizado. Assim, a sua condução até a concessionária deve ser feita por um serviço de guincho, cujo custo deve ser suportado pelo fabricante.

O Código de Defesa do Consumidor autoriza que o mesmo promova a ação indenizatória contra o fabricante e seu representante (concessionário revendedor).Defeito de fábrica não se verifica somente quando esta convoca para recall. Em caso de acidentes, essa possibilidade deve ser apreciada. A responsabilização quase que generalizada na pessoa do condutor, pode ser mitigada quando o acidente foi provocado por um defeito no auto. Se atentar para as informações contidas nos folder´s ou catálogos, uma vez que nesses informativos contém dados de extrema relevância sobre os autos, sendo um exemplo importante, a frenagem.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

MP da liberdade econômica é sancionada; veja os principais pontos

Lei entra em vigor na data da publicação, ainda nesta sexta-feira

PPA

Governo abre consulta pública do PPA 2020-2023 e reafirma gestão voltada às necessidades da população

O vice-governador Wanderlei Barbosa destacou a relevância do formato de consultas públicas adotado pelo Governo do Estado, em que foram ouvidas milhares de pessoas de todas as regiões do Tocantins.



Operação Ruptura

Polícia Civil deflagra operação ruptura e prende vários criminosos em Araguaína

Operação resultou na prisão de um indivíduo considerado o chefe do tráfico de drogas em Araguaína


Saúde

Hospital Regional de Miracema amplia serviços e realiza cirurgia inédita

A equipe responsável pelo procedimento foi composta pelo médico urologista Danilo Maranhão; o anestesista Paulo Márcio; o médico auxiliar Jobel Egito e as equipes de enfermagem, técnica de enfermagem e limpeza.


Agenda

Em Brasília, parlamentares do Tocantins buscam recursos para obras

Para o Delegado Rérisson as reuniões foram bastante positivas.


Seu Bolso

Energisa prorroga campanha para negociação de dívidas


Premiação

Nota Quente paga R$ 10.935,88 neste sábado, 21


Saúde

Profissionais de saúde alertam sobre cuidados com as altas temperaturas na Capital


Drogas

Polícia Civil prende quatro traficantes e apreende mais de 30kg de maconha em Gurupi


Honraria

Participante de programa do Instituto TIM vence prêmio global da ONU


Agrotóxicos

Assembleia debate uso de agrotóxico em audiência proposta por Zé Roberto Lula



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira