Wednesday, 17 de July de 2019

GERAL


Violência

Seis casos de violência doméstica em Araguaína são registrados pela DPE-TO no fim de semana

20 Aug 2018    15:09
Divulgação Seis casos de violência doméstica em Araguaína são registrados pela DPE-TO no fim de semana

Durante o plantão neste final de semana (iniciado às 17h da última sexta-feira, 17, e concluído às 8h desta segunda-feira, 20), a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) em Araguaína, no Norte do Estado, recebeu 13 ações judiciais criminais designadas à Instituição automaticamente pelo Poder Judiciário. Destas ações, quase metade – seis casos – são relacionadas a mulheres que sofreram algum tipo de agressão e formalizaram a denúncia no plantão da comarca.


A orientação é que essas mulheres procurem a Defensoria, que pode ajudá-las com as orientações jurídicas.  “As mulheres vítimas de violência geralmente são assistidas da área da Família, pois é extremamente necessário para autonomia delas terem regulamentadas a guarda de filhos, pensão alimentícia, divórcio, entre outros direitos”, destaca a defensora pública Téssia Gomes Carneiro, que atuou no plantão do fim de semana.


A Defensora Pública destaca, ainda, que as mudanças do direito de Família promovem a igualdade entre homens e mulheres, rompendo a cultura patriarcal no contexto familiar. “A imposição de um papel de submissão à mulher não está alinhada à leitura do direito da família igualitária, onde homem e mulher têm o mesmo poder de decisão e liberdade, como o divórcio, planejamento familiar, que privilegiam as escolhas femininas”, contextualizou a Defensora Pública.


Violência doméstica

A Defensoria atua na assessoria jurídica de todas as pessoas dentro do perfil de assistido que procuram a Instituição nestes casos, tanto as vítimas como os indiciados.


Relatório divulgado pela DPE-TO, no último dia 7, mostra que em Araguaína foram 318 atendimentos na Instituição, de janeiro a julho deste ano, relacionados à violência contra a mulher, sejam denúncias ou, ainda, atendimento e orientações jurídicas sobre o assunto. O número coloca a cidade como a segunda do Estado com maior atendimento nessa área, ficando atrás de Palmas, com 1.084 atendimentos na DPE-TO, nessa área.


Especificamente sobre denúncias de violência contra a mulher, os dados do departamento de Estatística da Corregedoria Geral da Defensoria revelam que, em todo o Estado, 943 denúncias chegaram à Instituição no primeiro semestre deste ano.


Denuncie

Os principais meios de denúncias relativas à violência doméstica é o “Ligue 180” e “Disque 190”, que podem ser acionados gratuitamente. As vítimas de violência podem acionar a Polícia pelo telefone 190.


O Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem) da DPE-TO também pode ajudar nas orientações jurídicas e medidas judiciais, já que foi instituído especialmente para atender às mulheres vítimas de violência. Entre as atribuições do Núcleo estão: prestar orientação e apoio de natureza sócio-jurídica, encaminhar os casos de acordo com as suas especificidades à rede de proteção e defesa da mulher, desenvolver ações de prevenção mediante atendimento especializado de orientação e assistência jurídica, psicológica e social; e realizar estudos e pesquisas voltadas à temática, com vista à elaboração das políticas públicas dirigidas à proteção da mulher vítima de violência doméstica e familiar, dentre outros.


Para entrar em contato com o Nudem, o telefone é (63) 3218-6771.

COMPARTILHE:


Confira também:


Entrega de Títulos

Wanderlei Barbosa entrega títulos definitivos de imoveis aos moradores da região norte de Palmas

Moradores da região norte de Palmas comemoram recebimento de títulos definitivos de imóveis

IML

Em apenas 5h, peritos do IML do Tocantins identificam cadáver carbonizado pela arcada dentária

Procedimento realizado na capital identificou corpo de vítima de incêndio na região Sudeste do Tocantins a partir do confronto entre arcada dentária e prontuário odontológico.


TJTO

Juíza determina que o Estado e o município de Palmeirópolis forneçam, em 10 dias, remédio contra hanseníase a paciente

O descumprimento da sentença acarretará em multa diária de R$ 1mil (individualizada em R$ 500,00 para cada uma das partes requeridas - Estado e o Município) e limitada a R$ 30mil


Formação

Unitins traz Viviane Mosé para evento de qualificação de professores

Professora há mais de 30 anos, a palestrante é reconhecida nacionalmente pela atuação na área educacional


Luto

Morre a Auditora Fiscal Elizabeth Leda, aos 73 anos


Norte do TO

Polícia Civil prende mais um suspeito de participar de homicídio de adolescente em Araguaína


Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira