Thursday, 20 de February de 2020

GERAL


Agronegócio

Sojicultores têm até 22 de janeiro para cadastrar áreas de cultivos de soja

08 Jan 2020
Sojicultores têm até 22 de janeiro para cadastrar áreas de cultivos de soja

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) alerta os produtores rurais que cultivam soja sequeiro, para ficarem atentos ao prazo de cadastro das áreas produtoras que encerra no próximo dia 22 de janeiro. O prazo para cadastro teve início no dia 1º de outubro, e até o momento, apenas 6% dos sojicultores realizaram o cadastro junto ao órgão.

De acordo com o diretor de defesa, inspeção e sanidade vegetal da Adapec, Alex Sandro Arruda Farias, o cadastro das áreas plantadas é obrigatório e quem deixar de fazer sofrerá sanções previstas em lei. “O cadastro é um instrumento que utilizamos para o controle da Ferrugem Asiática e outras pragas que acomete a soja, por isso, é fundamental que o produtor informe a área plantada para que a Adapec faça o monitoramento de pragas nestas lavouras”, informou Alex Sandro.

Para realizar o cadastro, o sojicultor deve procurar o escritório da Adapec do município onde está a área plantada e preencher o formulário, ou se preferir, acessar o site http:/adapec.to.gov.br/vegetal/, preencher as informações e entregar na Agência. O produtor deverá ainda emitir o DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais) no site www.sefaz.to.gov.br, e efetuar o pagamento para finalizar o cadastro.

Janela de plantio

Também encerra no próximo dia, 15, o prazo da janela de plantio da soja sequeiro no Tocantins para a Safra 2019/2020, que teve início no dia 1º de outubro.

“A calendarização do plantio de soja coopera no controle de pragas, promovendo o retardamento da manifestação do fungo e evita o plantio sucessivo da cultura, diminuindo assim, o risco de resistência aos fungicidas disponíveis no mercado”, explica o gerente de sanidade vegetal da Adapec,  Marley Camilo.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Feriados de 2020 podem causar prejuízo de mais de R$150 milhões no comércio do Tocantins

Em 2019, os prejuízos oriundos dos feriados nacionais ficaram em R$ 134,7 milhões no Tocantins.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira