Saturday, 14 de December de 2019

GERAL


Saúde

Tocantins faz gestão junto ao Ministério da Saúde para liberação de recursos

31 Oct 2018
Tocantins faz gestão junto ao Ministério da Saúde para liberação de recursos

O subsecretário de Estado da Saúde do Tocantins, Edgar Tollini participa nesta terça-feira, 30, da 9ª Assembleia do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, em Brasília. Em debate, a situação atual e as perspectivas do fornecimento de medicamentos pelo Ministério da Saúde (MS); as diretrizes do Plano de Ação para enfrentamento da mortalidade materna e infantil; as propostas da Lei Orçamentária Anual de 2019 (LOA/MS), entre outros assuntos.

Segundo Edgar, ainda entrará em pauta, as definições ao Programa Nacional de Cuidados Paliativos, a revisão do financiamento da Terapia Renal Substitutivas (TRS) e inclusão das insulinas análogas como componente especializado da assistência farmacêutica.

“Além destes assuntos, temos como objetivo a publicação das portarias do Tocantins, que visam à habilitação dos leitos de retaguarda e consequentemente mais recursos para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), no Estado”, pontuou o subsecretário.

Com a publicação das portarias, haverá a liberação de um valor estimado de R$ 14 milhões para 118 leitos, sendo 70 no Hospital Geral de Palmas, 19 no Hospital Regional de Porto Nacional e 29 no Hospital Regional de Paraíso. “Estes leitos são de grande importância para o sistema de saúde, pois são apoios para os tratamentos de pacientes crônicos, de pacientes compensados clinicamente, mas que por alguma razão ainda necessitam de cuidado hospitalar”, destacou Tollini.

Leitos de retaguarda
São leitos com alta média de permanência. É comum a utilização deles, por pacientes crônicos neurológicos, psiquiátricos e de cuidados paliativos (fora de possibilidade terapêutica). É importante salientar que com o envelhecimento da população e aumento da prevalência de doenças crônicas, tais leitos são primordiais.

COMPARTILHE:


Confira também:


SSP

Polícia Civil prende três pessoas e apreende 10,5 kg de pasta base de cocaína

Policiais monitoraram por cinco meses atuação criminosa. Droga era oriunda do estado do Mato Grosso.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira