Monday, 01 de June de 2020

GERAL


Segurança

Treinamento tático prepara militares da Casa Militar para casos de atentados e ataques

26 Mar 2015

A capacitação iniciou nesta quarta-feira, 25, e segue pelos próximos seis dias em academias de tiro de Palmas.
 
Durante a capacitação, os militares são treinados para situações em meio à multidão, dentro do perímetro urbano. Por isso, o curso contém exercícios de tiro, onde os policiais são acompanhados de perto pelos instrutores, em alvos fixos e móveis, com policial a pé e em viatura em movimento.
 
Segundo o instrutor tenente Dias, a pressão psicológica no policial em ação é violenta e, por isso, deve estar preparado para, mesmo sob pressão, conseguir manter o foco no alvo e evitar acidentes com balas perdidas. O tenente lembra que um bom policial deve resolver as situações de risco já nos primeiros dois tiros.
 
A instrução prevê enfrentamento a obstáculos a partir do momento em que o policial desce da viatura, com bandidos escondidos atrás de um muro, árvore, e como se deve agir para evitar ser surpreendido por um tiro que pode ser mortal. Além disso, há técnicas como a de tomada de ângulo, observando o terreno de ação e agindo em dupla para que um garanta a segurança do outro.
 
Aperfeiçoamento
A prática de tiro mantém o policial sempre atento e preparado para situações de emergência, de acordo com o primeiro sargento Warley Alves Oliveira, que considerou excelente a participação no treinamento. Para ele, as orientações acrescentaram em sua carreira, novos conhecimentos técnicos, atualização em armamento e aperfeiçoamento profissional.
 
Também participando do curso, a soldado Natália, que demonstrou muita aptidão para os exercícios e se saiu muito bem segundo um dos instrutores de tiro, gostou de ter participado do curso.
 
Instrução
De acordo com o capitão Ricardo Apolinário, coordenador do curso, o treinamento está sendo muito proveitoso e os servidores estão obtendo um grande aperfeiçoamento de seus trabalhos e ganhando maior entusiasmo no desenvolvimento da atividade de segurança do Palácio Araguaia e demais dependências do Governo. A intenção é aprimorar a proteção às autoridades do Estado e visitantes.
 
O treinamento de tiro conta com os instrutores, tenente Gleidson, do 1º Batalhão da Polícia Militar de Palmas, do tenente Dias, da Companhia Independente de Operações Especiais da PM do Tocantins, e do capitão Márcio Antônio, subcomandante da Academia de Polícia Militar.
 
O treinamento prevê aulas teóricas, treinamento de manuseio de armas (pistola ponto 40 e SMT 40, armas de grande eficácia em ações em curta distância e em locais urbanos), e ainda o treinamento tático de tiro em pistas de simulação.

COMPARTILHE:


Confira também:


COVID-19

Tocantins contabiliza 4.176 casos, com 2.769 pacientes em isolamento

No total, já são 73 pacientes que foram a óbito

Pioneira

Luto na Comunicação Tocantinense: jornalista Kibb Barreto morre aos 53 anos

A jornalista foi pioneira de Palmas, e chegou ao Tocantins, vinda de Goiânia, sua terra natal, ainda quando a capital estava provisoriamente em Miracema.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira