Saturday, 28 de November de 2020

GERAL


Intercâmbio

Treze empresas israelenses propõem no Brasil soluções para enfrentar a escassez de água

31 Mar 2015

Com a participação de mais de 150 pessoas, do cônsul Yoel Barnea e de representantes de treze empresas israelenses de água, a Missão Econômica de Israel em São Paulo, com o apoio da Câmara Brasil- Israel de Comércio e Indústria promoveu no dia 25 de março o seminário "Água: soluções inteligentes de Israel para o mundo".

O evento, que aconteceu na semana do Dia Mundial da Água, reuniu Abraham Tenne, chefe da divisão de Tecnologia e Dessalinização da Autoridade Israelense da Água; professor José Goldemberg, presidente do Conselho de Sustentabilidade da Fecomercio/ SP; Paulo Kriss, Infrastructure Sector Leader do Banco Mundial; Gustavo Junqueira, presidente da Sociedade Rural Brasileira; e Boaz Albaranes, cônsul para Assuntos Econômicos de Israel em São Paulo.

"Não quero tentar educar o povo brasileiro, mas mostrar o que fizemos em Israel para fechar a lacuna entre demanda e recursos. O Brasil passa pelos mesmos problemas e pode aprender muito com a experiência israelense", afirmou  Abraham Tenne, que contou como  Israel vem lidando há mais de 60 anos com a escassez de água e quais as principais medidas adotadas, como o reuso, a dessalinização e as técnicas de irrigação.  

Tenne também chamou a atenção para a perda de água potável nos sistemas de distribuição de água, principalmente devido a vazamentos subterrâneos não detectados e à má administração.

Para o professor José Goldemberg, em Israel as pessoas valorizam a água, mas isso não acontece no Brasil, onde a água sempre foi abundante e barata. "Daqui para a frente as coisas vão mudar, e a melhor maneira de se defender é economizar, racionalizar o sistema, discutir perdas e reavaliar a questão do abastecimento".

Marcos Thadeu Abicalil destacou os impactos causados pela escassez hídrica, bem como a necessidade da gestão da demanda de perdas, o uso de novas tecnologias e investimentos em infraestrutura. "Estamos conhecendo diversas experiências que deram certo em outros países, e já temos uma viagem programa para Israel no segundo semestre", disse. "Precisamos mudar a precificação da água, assim como o padrão de consumo", complementou Gustavo Junqueira.

Após o seminário, houve uma rodada de reuniões com representantes das treze empresas israelenses de água.  Todos os participantes foram convidados a visitar a 8a Watec - Feira e Conferencia Internacional de Água, Controle Ambiental e Energias Renováveis, que acontecerá em outubro em Israel. Os interessados podem entrar em contato com a Câmara Brasil Israel de Comércio e Indústria e com a Missão Econômica de Israel no Brasil. 

"Este evento é um bom exemplo de como podemos aumentar a cooperação entre Israel e Brasil, compartilhando o conhecimento israelense na gestão dos recursos hídricos, exatamente no  momento em que o Brasil passa por uma  grave crise no abastecimento de água. Além da explicação de experts no assunto, muitos negócios foram gerados", destacou Albaranes.

"Este importante seminário é mais um fruto da parceria permanente da Câmara com a Missão", complementou o presidente da Câmara Brasil Israel, Jayme Blay.

A Comitiva israelense também esteve no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. Leia. (Conib)

COMPARTILHE:


Confira também:


Mobilização

Livrarias lançam campanha para atrair leitores para lojas físicas

Afetadas pela pandemia, livrarias ainda esperam retorno de clientes




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira