Wednesday, 21 de October de 2020

GERAL


Economia

Vice-governador articula relação do Basa com Governo para prorrogação de decreto que garante crédito especial às empresas afetadas pela pandemia

18 Sep 2020
Divulgação Vice-governador articula relação do Basa com Governo para prorrogação de decreto que garante crédito especial às empresas afetadas pela pandemia

O vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, conversou com o Superintendente Regional do Banco da Amazônia no Tocantins, Marivaldo Melo sobre a prorrogação de Decreto Nº 6072 DE 21/03/2020, que declara estado de calamidade pública em todo o território do Estado do Tocantins, afetado pelo novo Coronavírus (Covid-19), que venceu neste dia 17.  O encontro foi realizado nessa quinta-feira, 17.

O Superintendente explicou ao vice-governador, a importância de a renovação desse reconhecimento para o banco continuar a liberação de linha especial de crédito para os microempreendedores afetados pelo novo Coronavírus.

Wanderlei Barbosa intermediou junto ao Governo do Tocantins e Banco da Amazônia para prorrogar o decreto. Articulou ainda o reconhecimento junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, permitindo assim que os micros e pequenos empresários possam contratar empréstimos com taxas especiais.

De acordo com o vice-governador a prorrogação do decreto será publicado no diário oficial desta sexta-feira, 18. “O Governo do Tocantins, neste momento em que o impacto da pandemia do novo Coronavírus atingiu principalmente os pequenos negócios, tem a preocupação em ajudar as micro e pequenas empresas. Esse incentivo é para que eles possam continuar gerando emprego e renda e continuem contribuindo com o desenvolvimento do Estado”, destacou.

A linha especial de crédito com recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Norte (FNO), via Banco da Amazônia, foi liberada após o Estado ter sido o primeiro estado da Região Norte a ter o reconhecimento de Estado de Calamidade Pública, pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, conforme portaria nº 1.073, de 13 de abril de 2020, e publicada no Diário Oficial da União.

No total, foram disponibilizados o montante de R$ 2 bilhões para empresas a taxas de juros de 2,5% ao ano, bem abaixo ao praticado no mercado, e com prazo de carência até oito meses.

De acordo com o superintendente Marivaldo Melo, a linha começa a ser operada pelo banco via plataforma - FNO Emergencial, que será disponibilizada para acesso até a próxima quinta-feira, 23. Para clientes do Banco da Amazônia, o processamento é automático, com a liberação de crédito a partir da solicitação e análise. Para os não clientes do banco, a solicitação será realizada através da plataforma, análise e visitas às empresas. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (91)-4008-3785 (WhatsApp).

 

COMPARTILHE:


Confira também:


Tocantins

Presidente da ALETO, Antonio Andrade recebe homenagens dos parlamentares

A solenidade foi iniciada com a benção do padre Eldeir, que deixou uma mensagem de fé, renovação e sabedoria ao aniversariante, com os votos de sucesso na condução dos trabalhos da Casa e na sua missão política em favor dos mais necessitados.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira