Tuesday, 16 de July de 2019

JUSTIÇA


Atuação

Forças de Segurança desmontam laboratório de refinamento de cocaína em Porto Nacional

03 Mar 2019    14:08
Forças de Segurança desmontam laboratório de refinamento de cocaína em Porto Nacional

Policiais civis da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos – DENARC, policiais militares da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas – ROTAM, e membros do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado – GAECO do Ministério Público Estadual, desmontaram na manhã desta sexta-feira, 01, em Porto Nacional, na região Central do estado, um laboratório de produção de substância análoga à cocaína. No local, foram encontrados equipamentos industriais, aditivos e insumos químicos para a produção da droga, uma máquina de prensagem, além de uma grande quantidade do entorpecente.
 
De acordo com a Polícia Civil, o suspeito Hugo Oliveira da Cruz, 23, possuía passagem pela polícia por tráfico, é suspeito de envolvimentos em homicídios, furto de motocicletas e assaltos na Capital. Além disso, ele atuava como laboratorista na produção de cocaína e estaria ligado a uma facção criminosa de reconhecimento nacional.
 
Após evadir-se do local e entrar em confronto com os policiais, o suspeito foi alvejado, sendo encaminhado ao Hospital Regional de Porto Nacional, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer poucos minutos depois.
 
Sobre a atuação policial
A Polícia Militar destaca que a atuação neste tipo de ocorrência é de se preservar vidas e aplicar a lei. Infelizmente, nos casos em que há resistência ativa por parte dos cidadãos infratores, seguindo os limites preconizados nacional e internacionalmente sobre utilização da força e arma de fogo, não restou outra alternativa senão preservar a integridade física da equipe. Informa também que já foram adotadas as providências preliminares, conforme orienta a legislação específica e os fatos serão apurados em Inquérito Policial Militar, em fase de instauração. A PM destaca ainda que nos casos de morte por intervenção de agente do Estado, os militares são submetidos a acompanhamento psicológicos, em virtude de exposição a traumas, a fim de resguardar a saúde física e mental dos profissionais.

COMPARTILHE:


Confira também:


Siqueira no Senado

Governador Wanderlei Barbosa prestigia posse de Siqueira Campos no Senado

Durante discurso, Wanderlei Barbosa ressaltou a importância história de Siqueira Campos, como líder fundamental na criação do Tocantins.

TJTO

Juíza determina que o Estado e o município de Palmeirópolis forneçam, em 10 dias, remédio contra hanseníase a paciente

O descumprimento da sentença acarretará em multa diária de R$ 1mil (individualizada em R$ 500,00 para cada uma das partes requeridas - Estado e o Município) e limitada a R$ 30mil


Formação

Unitins traz Viviane Mosé para evento de qualificação de professores

Professora há mais de 30 anos, a palestrante é reconhecida nacionalmente pela atuação na área educacional


Luto

Morre a Auditora Fiscal Elizabeth Leda, aos 73 anos

Irmã da também Audiora Fiscal, Ana Maria Leda Barros e tia do vereador Rogério Freitas, Dra Beth no início da implantação do Estado do Tocantins exerceu o cargo de Coordenadora de Recursos Humanos do Estado


Norte do TO

Polícia Civil prende mais um suspeito de participar de homicídio de adolescente em Araguaína


Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira