Sunday, 24 de March de 2019

JUSTIÇA


Requerida pelo MPE

Liminar determina retorno às funções de delegados regionais e servidoras afastados pelo governo no caso Araguaína

11 Dec 2018    13:46    alterado em 11/12 às 13:46
Delegado Bruno Boaventura (Foto: Facebook) Liminar determina retorno às funções de delegados regionais e servidoras afastados pelo governo no caso Araguaína

A Justiça expediu, nesta terça-feira, 11, uma liminar a pedido do Ministério Público Estadual (MPE) determinando que sejam reinvestidos em seus cargos os 12 delegados que foram dispensados das funções de delegado regional e as três servidoras que foram exoneradas da Delegacia de Repressão aos Crimes de Maior Potencial Ofensivo contra a Administração Pública (Dracma). Com a liminar, ficaram suspensas as portarias referentes às respectivas dispensas e exonerações, que foram publicadas no Diário Oficial do Estado em 16 de novembro de 2018.

A liminar tem aplicação imediata. Em caso de descumprimento, ficou fixada multa por ato atentatório à dignidade da Justiça, no valor diário de R$ 2 mil, limitada a até R$ 500 mil, sem prejuízo de qualquer outra medida que se mostre mais eficiente ao cumprimento da ordem judicial.

A liminar é resultado de uma Ação Civil Pública proposta no último dia 7 pelo promotor de Justiça Edson Azambuja.

O representante do MPE sustenta que as portarias que afastaram os servidores estão comprometidas por vício de desvio de finalidade, tendo sido editadas como forma de retaliação ao fato de que os integrantes da Polícia Civil estavam efetuando investigações e operações policiais de combate e de repressão a crimes contra a administração pública, atuação esta que contrariou interesses de agentes políticos dos poderes Executivo e Legislativo.

O promotor de Justiça também defende, na Ação Civil Pública, que não se sustenta a motivação apresentada pelo Governo do Estado, de que os desligamentos ocorreram como parte de uma reformulação administrativa que pretendia promover o equilíbrio das contas públicas e o atendimento ao limite das despesas com pessoal.

Toda a argumentação e os fatos apresentados pelo Ministério Público Estadual foram integralmente acatados pelo juiz Manuel de Faria Reis Neto, que expediu a liminar.

Para a ocasião do julgamento do mérito da ação, o MPE pede que as portarias com as dispensas e as exonerações dos servidores da Polícia Civil sejam declaradas nulas, em razão dos vícios de desvio de poder e desvio de finalidade. (Flávio Herculano)

COMPARTILHE:


Confira também:


Brasília

Na tribuna, Tiago Dimas cobra melhorias para a Adapec e providências para Projeto Sampaio

Congressista destacou importância do agronegócio para o Estado e elogiou o esforço dos fiscais e inspetores responsável pela defesa agropecuária

Procon

“Whats Denúncia” realiza 277 atendimentos na primeira semana de funcionamento

É valido lembrar que mesmo com o Whats Denúncia, que aproxima e facilita a denúncia realizada pelo consumidor ao órgão de Defesa do Consumidor, para abertura de reclamações, é necessário que o mesmo procure algum dos 11 núcleos de atendimento do Procon/TO



Solidariedade

Casa de Apoio Vera Lúcia recebe doações de alimentos não perecíveis

Os interessados em apoiar o Mesa Brasil com doações podem entrar em contato pelo telefone 0800 646 7878 ou entregar na unidade de Palmas localizada na 103 norte rua NO 07 lote 39.


Direito

Curso de Direito inaugura Escritório Modelo no Fórum de Palmas

No espaço estão sendo ofertados serviços de assistência jurídica com atendimentos à população carente economicamente nos âmbitos civil, trabalhista e criminal


Serviço

Governo intensifica ação para garantir que os estádios Resendão e Mirandão recebam jogos do Campeonato Tocantinense

Em Gurupi, as obras tiveram início em novembro de 2018, com o objetivo de oferecer mais segurança aos seus frequentadores.


Tocantins

Governo do Tocantins ressalta luta pela igualdade racial e contra a discriminação


AL

Prof. Júnior Geo cobra ações do Governo para demandas não solucionadas com a saúde, a Ponte de Porto Nacional, a Polícia Civil e servidores


Internet

Fenômeno infantil Anna Layza alcança 60 milhões de views em um vídeo e bate recorde


Tocantins

Sindepol/TO emite nota técnica solicitando alteração de dispositivos ilegais do Projeto de Lei n°02/2019


Operação Ísis

Polícia Civil deflagra Operação Ísis que investiga funcionários do Naturatins em municípios da região Norte


Operação Aemulatus

Polícia Civil realiza Operação Aemulatus e prende integrante de organização criminosa suspeita de tentativa de homicídio



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira