Monday, 15 de July de 2019

JUSTIÇA


Saúde

MPE, MPF e DPE voltam a cobrar do Estado oferta de tratamento adequado a pacientes com câncer

21 Aug 2018    15:53

A omissão estatal na oferta de tratamento oncológico adequado a pacientes no Estado do Tocantins é, mais uma vez, alvo de atuação do Ministério Público Estadual (MPE), Ministério Público Federal (MPF) e Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO). Nesta segunda-feira, 20, as instituições de controle expediram recomendação conjunta para que o Estado providencie tratamento efetivo aos pacientes diagnosticados com a doença. O problema é antigo e as instituições alegam negligência e desobediência do governo. 

Na recomendação, as instituições denunciam que pacientes diagnosticados com neoplasia aguardam até três meses para serem consultados com um especialista, demora esta que acarreta o agravamento clínico dos pacientes e, em muitos casos, leva a óbito. As diversas vistorias realizadas no setor de oncologia do Hospital Geral de Palmas (HGP) constataram demora na realização de cirurgias, falta recorrente de profissionais, medicamentos, insumos, e até a suspensão das sessões de quimioterapia. 

As instituições, representadas, respectivamente, pela Promotora de Justiça Maria Roseli de Almeida Pery, pela Procuradora da República Carolina Rosado e pelo Defensor Público Arthur Luiz Pádua Marques, relatam ainda que a desorganização na oferta do serviço acarreta a procura em outras unidades da federação e que somente o Hospital de Amor (antigo Hospital de Câncer de Barretos) realizou mais de 15 mil atendimentos a pacientes do Tocantins no ano de 2017. 

“Desde o ano de 2014, vem sendo constatadas falhas na gestão, resultado da omissão estatal no seu dever básico de garantir o tratamento efetivo aos pacientes oncológicos, e as falhas são as mesmas durante todos os anos”, consta na Recomendação, que relata a negligência contínua do Estado em organizar a oferta do serviço no Tocantins. 

Com base nesses apontamentos, MPE, MPF e DPE orientam, mais uma vez, que o Estado do Tocantins promova o atendimento integral e imediato dos pacientes que precisam de tratamento oncológico, de modo a garantir o início do tratamento no prazo máximo de 60 dias a partir do laudo patológico; a execução de plano emergencial para estruturar o setor de oncologia do HGP; a regularização e oferta de medicamentos, materiais e insumos necessários; e em caso de não atendimento adequado em tempo hábil, dentro do Estado do Tocantins, que seja ofertado tratamento fora do estado, em hospitais que prestem serviços pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou por meio da rede privada. 

O Estado tem o prazo de 30 dias para informar sobre as providências adotadas para atender às medidas recomendadas, sendo passível de responsabilização pelas consequências danosas à vida e à saúde dos pacientes.

COMPARTILHE:


Confira também:


Raio X

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

De acordo com o indicador do SPC Brasil, mais da metade das dívidas pendentes (53%) de pessoas físicas no país têm como credor algum banco ou instituição financeira

Turismo

Abrajet leva jornalistas para o Rally das Águas em Itacajá nesta sexta-feira

Com poucas vagas, as inscrições para participação estão sendo feitas pelo fone 63 99974-2116 com Suzana Barros, sócio fundadora da Abrajet-TO.



Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco

As regiões pretendem integrar a Rede de Cidades Criativas da entidade. Atualmente, o país conta com oito selos; resultado sai até fim de outubro


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip

Benegrip Multi Dia e Noite terá ação digital integrada em multiplataformas do Grupo Record


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação

A Seciju, por meio da Gerência de Prevenção contra as Drogas e Núcleo Acolher, orienta dependentes e co-dependentes a procurar o serviço desenvolvido pelos grupos de ajuda mútua, como Alcóolicos Anônimos (AA), Narcóticos Anônimos (NA) e Amor- Exigente.


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical


Defensoria

DPE-TO defende criação de ambulatório trans no Tocantins


Palmas

Cine Cultura renova parceria com Sessão Vitrine e promove encontro com o premiado produtor João Vieira na terça, 16


Em Palmas

Membro de grupo estratégico da Embrapa apresentará dados sobre produção e preservação no cerrado e Matopiba


Interior

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Itacajá



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira