Palmas, 22/01/2018

Justica

Dianópolis

Núcleo do Procon e Câmara Municipal de Dianópolis buscam solucionar conflitos entre clientes e instituições financeiras

  • A proposta do Legislativo é que a lei inclua limite de tempo também para outros atendimentos

Núcleo do Procon e Câmara Municipal de Dianópolis buscam solucionar conflitos entre clientes e instituições financeiras



Na última quinta feira, 23 a gerente do Núcleo de atendimento do Procon/TO de Dianópolis, Liciane Maia Rodrigues, participou de uma audiência pública na Câmara Municipal para tratar da alteração da lei municipal de 1073/2008 que dispõe sobre o tempo de permanência na fila dos caixas nas instituições financeiras. A proposta do Legislativo é que a lei inclua limite de tempo também para outros atendimentos.  

Na pauta, a representante do órgão fiscalizador também buscou solucionar conflitos entre prestadores de serviços bancários e clientes, referente ao número de pessoas idosas que estão sendo utilizadas para realizar outros serviços bancários. De acordo com a gerência do Procon/TO, essa prática tem gerado reclamação uma vez que tem prejudicado outras pessoas que tem direito de acesso ao serviço prioritário.

"Embora a lei assegura o atendimento preferencial ao idoso, o desvio das atividades que vem sendo realizada  por eles, tem trazido alguns desentendimentos  entre prestadores de serviço e clientes", explicou Liciane acrescentando que uma nova audiência, ainda sem data marcada, será realizada em breve e contará com a participação dos gerentes das instituições financeiras para que se firme um acordo.

Na ocasião, os vereadores receberam informações do Procon/TO sobre suas atribuições e as atividades realizadas pelo núcleo no ano de 2017. 


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus