Tuesday, 19 de February de 2019

JUSTIÇA


Judiciário

Promotora de Justiça Ana Paula Catini é elevada ao cargo de Procuradora de Justiça

11 Sep 2018    15:19

A Promotora de Justiça Ana Paula Reigota Ferreira Catini foi promovida ao cargo de Procuradora de Justiça em eleição realizada pelo Conselho Superior do Ministério Público nesta terça-feira, 11. Candidata com maior pontuação entre os inscritos, no que se refere à produtividade e à qualificação, ela foi escolhida por unanimidade dos votos, em eleição que teve como critério o merecimento.

Ana Paula Catini ingressou no Ministério Público Estadual em janeiro de 1991. Desde então, passou  pelas comarcas de Augustinópolis, Itaguatins, Cristalândia, Filadélfia, Dianópolis e Araguaína. Nesta última, encontrava-se como titular da 8ª Promotoria de Justiça, que possui atuação na área da família.

A candidata eleita passa a ocupar a 9ª Procuradoria de Justiça, que se encontrava sem titular desde a aposentadoria de Clenan Renaut de Melo Pereira, ocorrida em maio deste ano. 

Entre os candidatos concorrentes à vaga, obtiveram a segunda e terceira colocação, respectivamente, os promotores de Justiça Miguel Batista de Siqueira Filho e Moacir Camargo de Oliveira.

Ao proferir o resultado do pleito, o Procurador-Geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, avaliou que a candidata eleita é muito querida pelos membros do Ministério Público e, por sua experiência, tem muito a contribuir com a instituição, agora atuando na segunda instância.

Entenda
O Ministério Público Estadual possui um quadro de 12 procuradores de Justiça, que atuam perante a segunda instância da Justiça – ou seja, diante dos desembargadores. Enquanto isso, o quadro de promotores de Justiça atua perante a primeira instância da Justiça – ou seja, diante dos juízes. Todos  os procuradores de Justiça são escolhidos entre o quadro de promotores de Justiça, em eleições que têm como critérios a antiguidade e o merecimento, alternadamente.

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação Fantoche

PF prende presidente da CNI, Robson Andrade

Investigação mira convênios de unidades do Sistema S

Exonerações Suspensas

Justiça atende DPE e MPE e suspende ato do governo que exonerou profissionais da saúde

Efeitos do ato declaratório nº 01/2019 estão suspensos. Defensoria Pública e MPE expuseram na ação civil pública que o Ato ainda gera graves consequências na desassistência da saúde pública.



Contratos Temporários

Prefeitura de Palmas abre edital para contratação de 34 servidores temporários

O processo seletivo simplificado será composto por três etapas de caráter eliminatório e classificatório, sendo análise curricular, comprovação de experiência profissional, avaliação de títulos e entrevista.


Ponte de Porto

Defensoria e OAB vão integrar comissão que trata sobre interdição da ponte de Porto Nacional

Audiência, realizada na sexta-feira, 15, debateu os principais impactos gerados com a interdição


Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado

As investigações da Polícia Civil constataram que Hailton trazia, do Estado de Goiás, grandes quantidades de entorpecentes para Gurupi e região, e que, nessa madrugada, outra remessa chegaria ao Tocantins.


Meio Ambiente

Municípios têm apenas 30 dias para protocolar processo do ICMS Ecológico no Naturatins


Diálogo

Secretários apresentam plano de reestruturação à instituições dos diferentes poderes do Estado


Itelvino Pisoni

Sistema Fecomércio Tocantins realiza visita a Prefeita Cinthia Ribeiro


Tocantins

Dispara número de casos prováveis de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti


HGP

Defensoria emite recomendação para Sesau por desassistência na oferta de cirurgias cardiológicas em Palmas


Adapec

Produtor rural pode emitir Guia de Trânsito Animal de qualquer localidade



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira