Friday, 18 de October de 2019

JUSTIÇA


Assassinato

Rejeitado habeas corpus a acusado de matar e ocultar corpo de representante comercial no Sul do Estado

04 Mar 2015

Ele encontra-se preso desde o dia 8 de dezembro de 2014, em Gurupi, sob suspeita de tentativa de ocultação de cadáver, depois identificado como o representante comercial Reginaldo Costa Xavier, que residia em Paraíso do Tocantins. O caso, com repercussão na imprensa regional, ocorreu em uma fazenda na zona rural de Cariri, a 257 quilômetros da capital.

 O acusado depois teve a prisão provisória decretada por ser apontado como suposto autor do homicídio do representante comercial. Em decisão no dia 16 de janeiro, a juíza substituta Joana Augusta Elias da Silva havia negado o pedido de relaxamento de prisão.

Na fundamentação do habeas corpus, com pedido para que o acusado responda ao processo em liberdade, a defesa alega que Flavio possui bons antecedentes, é réu primário e empresário na cidade de Gurupi, além de "manifesta ilegalidade" na prisão que se pautou "apenas numa suposta e incomprovada alta periculosidade do acusado".

A Polícia Civil indiciou o acusado como autor da morte do representante em razão de uma dívida que possuía com a vítima de R$ 20 mil. A denúncia do Ministério Público foi recebida no dia 5 de fevereiro.

O habeas corpus estava com pedido de vista para a juíza convocada Célia Regina Régis que o levou ao julgamento e acompanhou o voto da relatora, desembargadora Maysa Vendramini Rosal, para denegar a ordem pleiteada. Também acompanharam a decisão o desembargador Luiz Gadotti e a juíza convocada Adelina Gurak.

Confira o andamento processual do habeas corpus e da ação penal.

Legão: sessão da 2ª Câmara Criminal do TJTO nesta terça-feira, 3/3.

COMPARTILHE:


Confira também:


Divisa de Estados

Governadores Mauro Carlesse e Mauro Mendes destacam aspectos positivos da rodovia Transbananal

Trecho em questão tem cerca de 90 km e corta a Ilha do Bananal, de Formoso do Araguaia (TO) a São Felix (MT).

Saúde

Opera Tocantins realiza quase 70 cirurgias em 10 dias e espera fechar outubro com mais de 150

As cirurgias acontecem em diversas Unidades Hospitalares do Tocantins sempre em horários diferenciado, fora da carga horária ordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e ou em período noturno/madrugada.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira