Sunday, 21 de July de 2019

JUSTIÇA


Julgamento

Sociedade civil formaliza pedido de participação em julgamento de auxílio-moradia para magistrados

09 Feb 2018    16:55

A Articulação Justiça e Direitos Humanos (JusDh) e entidades integrantes da rede ingressaram, nesta sexta-feira (9), com pedido de amicus curiae nos processos que discutem o pagamento de auxílio-moradia a todos os magistrados do país – incluindo juízes federais, da Justiça Trabalhista, da Justiça Militar e estaduais, com julgamento previsto para março.

 

O amicus curiae é a pessoa ou entidade que auxilia o tribunal no sentido de oferecer esclarecimentos sobre questões essenciais ao processo, desde que comprovada a relevância da matéria. O objetivo dessa figura processual é proteger direitos sociais, sustentando teses em defesa de interesses públicos ou privados.

 

Neste ponto, as entidades justificam o pedido explicitando o impacto no orçamento que o pagamento do benefício a todos os membros das carreiras do sistema de Justiça, sem qualquer distinção ou critério, representa. “(...) tem gerado considerável reação de parte da sociedade civil, que vê nas decisões judiciais que garantem tal benefício verdadeiro privilégio de classe, consubstanciando-se em vantagem ilegal e imoral”, afirmam, ressaltando o contexto de grave recessão econômica que justificou processos de contenção de gastos públicos e de flexibilização de direitos das camadas mais pobres da população, a exemplo da aprovação da Emenda Constitucional 95/16, que congela gastos sociais pelos próximos 20 anos.

 

Ao destacar que há diversas ações judiciais no STF que debatem a legalidade do pagamento, as organizações da sociedade civil afirmam que “a decisão do colegiado gerará enorme impacto não só nas contas públicas do país, mas também no próprio sentimento da população em geral acerca do papel da Corte Constitucional em impor limites à autonomia orçamentária das instituições do sistema de justiça, como reflexo da supremacia do interesse público”, apontam.

 

Além do pedido de ingresso feito nas ações, as organizações solicitam que seja realizada uma audiência pública, conforme disposto na lei que regula o processo e o julgamento de ações de inconstitucionalidade, com especialistas e autoridades na matéria em comento para discussão dos aspectos científicos e sociais pertinentes. A JusDh solicitou audiência com a Ministra Cármen Lúcia no início de seu mandato, porém não obteve resposta.

 

"Até agora somente as entidades de classe do judiciário e ministério público fazem parte do debate que deveria ser público. Esperamos que a participação social na administração da justiça seja assegurada inclusive para aqueles que tem opiniões diversas às dos detentores desse tipo de benefício, e cujos direitos sociais nem sempre são tratados de forma equânime pelos tribunais", defende Maria Eugênia Trombini, advogada integrante da JusDh.

COMPARTILHE:


Confira também:


Cuiabá

Em encontro com o ministro Dias Tofolli, presidente do TJTO defende autonomia dos Tribunais para aprovar projetos de interesse do Judiciário estadual

Do encontro convocado pelo ministro Dias Toffoli e no qual ele franqueou a palavra a todos os presidentes dos tribunais, saiu a Carta de Cuiabá

Estacionamento Rotativo

Tribunal de Justiça reconhece competência do TCE para emitir cautelar durante julgamento sobre o Estacionamento Rotativo de Palmas

O relator do processo, desembargador Ronaldo Eurípedes, apresentou seu voto no último dia 27 de junho negando o pedido da empresa com fundamento. no posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF)



Seciju

Ações contra violações de direitos são realizadas em praias do estado

Equipes técnicas da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) participaram de reuniões para fortalecimento da Rede de Proteção e realizaram ações de sensibilização nas praias de Porto Nacional e Pedro Afonso e fortaleceram a Rede de Proteção.


PM

Ação conjunta da Polícia Civil do Tocantins e da Polícia Militar de Goiás resulta na prisão de homicida foragido de Araguaína

Ele é suspeito de ser o autor de pelo menos dois homicídios praticados, em Araguaína, nos anos de 2018 e 2019 e foi capturado, mediante cumprimento a mandados de prisão preventiva, oriundos da 1° Vara Criminal da Comarca de Araguaína.


Regularização

Governo inova em gestão e abre portas do Instituto de Terras do Tocantins para estágio em 2019

O Instituto de Terras do Tocantins vem trabalhando com responsabilidade e eficácia para contribuir a cada dia com o desenvolvimento do Estado.


CPPA

Suspeito de cometer homicídio em 2015 é preso pela Polícia Civil em Araguaína


Premiação

EDP, controladora da Investco e da Enerpeixe no Tocantins, está entre as 15 marcas mais valiosas no mundo


Resgate

Paciente em estado grave é transportado de Miracema para Palmas pelas equipes do CIOPAER e SAMU


TV

Gastronomia alemã é o próximo desafio do MasterChef


Encceja

100% das unidades prisionais e socioeducativos realizarão o Encceja PPL 2019


Turismo

Adetuc projeta aumento de turistas e movimentação de mais de R$ 118 milhões na Temporada de Praias 2019



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira