JORNAL O GIRASSOL - Tocantins encerra 2013 com avanços e planeja novas ações em 2014
 JORNAL O GIRASSOL site de Noticias do Tocantins (Política, Palmas, Eleições, Estado, Taquaruçu, Jalapão)
Home O Girassol Todas as matérias Facebook Twitter Impresso Fale conosco
Binóculo Claquete Concursos TVAD Esporte Estado Geral Opinião Política Releases Sexo & Afeto Viver

















Publicada em 28/12/2013


Agropecuária

Tocantins encerra 2013 com avanços e planeja novas ações em 2014

Para estimular a produção de mel, por exemplo, muitas atividades foram realizadas com cursos sobre diversos temas




Tocantins encerra 2013 com avanços e planeja novas ações em 2014


O setor pecuário tocantinense contará com ações para impulsionar a produção leiteira e de corte em 2014. A Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro), por meio da Câmara Setorial do Leite planejam diversas atividades para incentivar os produtores do Estado.  Para tanto, as 30 instituições que compõem a Câmara elaboraram um Programa Estadual para os próximos cinco anos. A intenção é criar um plano de ação para o desenvolvimento do setor lácteo no Tocantins, visando o aumento da produção do leite.
 
No plano de ação, consta a reestruturação da Câmara, com eleição da Diretoria para os próximos anos. Segundo o Supervisor de Desenvolvimento Animal da Seagro, Claudio Sayão, a diretoria será assumida por um representante de laticínios ou produtor de leite. “Isso será um grande princípio para o fortalecimento da cadeia produtiva do leite no Estado”, argumentou.

Por meio do programa de melhoramento genético, o governo do Estado vem procurando dar mais qualidade na produção de leite em pequenas propriedades. De acordo com Claudio Sayão, o melhoramento genético já foi levado a pequenos produtores de 51 municípios. Ao todo, foram realizados 1.500 atendimentos, com protocolos de Inseminação artificial em tempo fixo em mais de 18.500 matrizes leiteiras.

O Tocantins está no 18º lugar no ranking brasileiro de produção de leite e em 3º da Região Norte, com 267 milhões de litros por ano.

Dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram um aumento considerável na bovinocultura. Segundo dados da Supervisão de Desenvolvimento Animal, desde o surgimento do Estado, a criação de gado de corte e de leite cresceu 95%, passando de cerca de 4,2 milhões de cabeças de gado, em 1988, para mais de 8,2 milhões em 2013.
Melhoramento genético
 
O projeto iniciou em 2005, atendendo os produtores tocantinenses.  O trabalho é realizado por meio do laboratório móvel de reprodução animal com a finalidade de multiplicação de caracteres desejáveis como a produção de leite, por meio de animais melhorados geneticamente. As atividades de campo envolvem as seguintes etapas: sensibilização e mobilização de produtores, seleção de propriedades e matrizes, aplicação da técnica e verificação de resultados.
 
Para participar do projeto, o produtor deve entrar em contato com a Seagro ou com Ruraltins e apresentar comprovantes de vacinação do rebanho e de exames sanitários. Além de mencionar o peso, a idade das matrizes e informar sobre a questão sanitária e nutricional.
 
De acordo com o secretário da Agricultura e Pecuária, Jaime Café, o projeto de melhoramento genético é uma importante ação para melhorar a qualidade do rebanho tocantinense e aumentar a produção leiteira, uma vez que a maior parte dos procedimentos são realizados no gado leiteiro. “Esse projeto beneficia, principalmente, os pequenos produtores e assentados sem condições financeiras para aplicar tecnologia em seu rebanho”, acrescentou Café.
 
“Nós usamos a biotecnologia IATF (Inseminação Artificial por Tempo Fixo). A gente desloca equipe técnica, que faz o ultrassom. As vacas que estão vazias e boas para a reprodução, nós fazemos a inseminação artificial. O produtor, em contrapartida, adquire o sêmen”, frisou o Supervisor de Desenvolvimento Animal da Seagro, Claudio Sayão, ao reforçar que a iniciativa tem como foco principal os pequenos produtores de leite do Tocantins, contando com a parceria de prefeituras, associações e assentamentos.
 
Desde a criação do projeto em, 2005 já foram realizados 18.500 protocolos de inseminação artificial em tempo fixo, sendo que os principais touros utilizados são da raça Holandês, Girolando, Gir e Jersey. 
 
Carne
O Tocantins é potencialmente pecuarista, com seus mais de 8 milhões de cabeças de bovinos, vêm  despontando economicamente nos segmentos de gado de leite e corte. A produção de carne bovina, por exemplo, é um atrativo importante para impulsionar a comercialização, principalmente para exportação. A carne bovina é, hoje, o segundo em volume de vendas ao exterior, atrás apenas da soja.
 
Dados mais recentes do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e do Comércio Exterior, de agosto deste ano, mostram um aumento de 21,45% na exportação de carne bovina. Conforme os números, neste ano foram mais de 26.149 toneladas de carne exportada, gerando mais de US$ 105,5 milhões em negócios. Dentre os principais importadores da carne bovina tocantinense, estão países como Rússia, China e Espanha.


Ovinos
Muito mais do que criação de bovinos, o Tocantins tem fortalecido a criação de ovinos (ovelhas). Com medidas que beneficiam esta cadeia produtiva, o Estado tem presenciado um amplo crescimento. A ovinocultura apresenta um crescimento significativo nos últimos anos, saindo de 89.265 cabeças em 2009 para 127.680 em 2012, o que representa um aumento de 43% no efetivo do rebanho tocantinense. Os municípios com maior número de animais são Formoso do Araguaia e Araguaína, ambos com um rebanho em torno de 11 mil animais.

As perspectivas para o aumento da produção no Tocantins são positivas, haja vista a implantação de bases físicas e metodológicas criadas pela secretaria, em parcerias com instituições federais e estaduais de ensino, focando na formação de novas associações. “Em Barrolândia, por exemplo, existe uma associação no sistema de integração para produção, que utiliza técnicas de manejo, visando a rotatividade de pastagens, otimizando a alimentação, a procura de empresários na viabilidade de construção de abatedouros específicos para carne de ovinos e caprinos”, informa o departamento de Supervisão de Desenvolvimento Animal da Seagro.
 
Apicultura
O setor apícola tocantinense desponta como uma grande alternativa de geração de renda para os produtores rurais. Segundo dados da supervisão de Desenvolvimento Animal, em 2012 o Estado produziu 260 mil quilos de mel. A tendência é aumentar cada vez mais com as ações de desenvolvimento no setor pela Secretaria de Agricultura e Pecuária em parceria com a Federação da Apicultura do Estado do Tocantins (Fetoapi) e os produtores de mel do Estado.
 
Esses avanços são estimulados com incentivos em capacitações dos produtores, exposições de produtos e as construções das casas e entrepostos de mel em todo o Estado. Para a implantação destes empreendimentos no Estado foi assinado um convênio entre a Fetoapi – Federação da Apicultura do Estado do Tocantins, a Fundação Banco do Brasil e a Secretaria da Agricultura e Pecuária no valor de R$ 1,3 milhão para a construção de dez casas de mel e quatro entrepostos em sub-regiões apícolas do Estado.
 
Atualmente o município que mais produz mel no Tocantins é Nova Olinda, responsável por 10% da produção total em todo Estado.
 
Incentivos
Para estimular a produção de mel, muitas atividades foram realizadas com cursos sobre diversos temas: boas práticas de processamento, associativismo e cooperativismo na cadeia produtiva, manejo para alta produtividade, viabilidade econômica, entre outros assuntos.

Para a médica veterinária, Érika Jardim, os avanços do mel no Estado são fruto das parcerias entre a Seagro e instituições parceiras do setor, resultando na criação em 2006 do projeto Qualimel, que estimulou a produção. “A elaboração deste projeto teve como foco principal a sustentabilidade e profissionalização do setor apícola com ações em toda a cadeia produtiva”.


mais sobre o assunto

TO deve produzir mais de 3,8 milhões de toneladas de grãos na safra 14/15
Fruticultura será abordada em eventos realizados pela Seagro
Governo estuda criação de Parque Aquícola no lago do Projeto Manuel Alves
Produção de sementes de sojas deve crescer 24,6% na safra 2013/2014
Produção do milho safrinha no Tocantins terá aumento de 156,4% nesta safra
Mais sete estações meteorológicas serão instaladas no Tocantins
Projeto piloto de energia solar é monitorado pela Seagro
Seagro apresenta ações do plano ABC em Fórum Estadual de Mudanças Climáticas
Agricultores familiares têm dez dias para renegociar suas dívidas do Pronaf

Confira as últimas

Gisele Bündchen estrela nova campanha da Colcci
Caravana nacional reúne diversas entidades e movimentos em Palmas
CEULP/ULBRA conta agora com novo diretor
Futebol de atleta da AASJN conquista clube carioca e paranaense
Prefeitura fiscaliza normas sanitárias em Araguaína
Ford reproduz trabalho do estúdio de design no Salão do Automóvel
Gerente-geral do TRYP Higienópolis e colunista de Maceió recebem o "Troféu Geórgia Gomide"
SKY patrocina edição outono-inverno 2015 do SPFW
TRF-1 rejeita embargos e mantém condenação de traficante internacional de drogas
Banco do Povo adota novas medidas para informar beneficiários do Refis
Restam poucas vagas para penúltima etapa do Circuito Virgílio Coelho de Corrida
Tocantins está entre os estados em que os novos governadores irão encontrar enormes desajustes nas contas públicas
Brasil vai medir temperatura de passageiros vindos de países com surto de ebola
Governo cancela contratos de serviço público temporário da Sesau, Seduc e Seds
Nadador de Palmas participa de torneio em Goiás neste final de semana

Seja o primeiro a











Nome :   

Email:

restantes: 500)

matérias em destaque

Tocantins está entre os estados em que os novos governadores irão encontrar enormes desajustes nas contas públicas

Matéria do Bom Dia Brasil desta sexta mostrou que vários governadores que vão assumir no ano que vem vão encontrar dívidas enormes da gestão anterior. Em alguns lugares, falta dinheiro até para comprar gasolina. Tem rombo que chega a R$ 8 bilhões, como em Pernambuco. Quem sai do governo...




Governo cancela contratos de servio pblico temporrio da Sesau, Seduc e Seds

Funcionalismo

Governo cancela contratos de serviço público temporário da Sesau, Seduc e Seds
Contrataes temporrias j aquecem o comrcio de Palmas, mostra estudo

Panorama

Contratações temporárias já aquecem o comércio de Palmas, mostra estudo
Demitidos mais de 6 mil comissionados

Governo estadual

Demitidos mais de 6 mil comissionados

© Copyright 1999-2012, O GIRASSOL   Equipe O Girassol