Tuesday, 19 de February de 2019

OPINIÃO


Brasil

A hora do Brasil saber quem é quem

16 Mar 2017

Entregue ao STF (Supremo Tribunal Federal), a chamada "lista de Janot" pede a abertura de inquéritos contra os ex-presidentes Lula e Dilma, cinco ministros do atual governo, ex-ministros, os presidentes do Senado e da Câmara, senadores e deputados. Ao STJ (Superior Tribunal de Justiça, Janot pede investigação de dez governadores e à Justiça Federal de Primeira Instância, outros 211 inquéritos de envolvidos não detentores de mandatos e sem direito a foro especial. Aguarda-se agora que o ministro Edson Fachin suspenda o sigilo vigente sobre as delações dos executivos da Odebrecht, que motivaram a lista. Feito isso, teremos as questões ali colocadas em condições de serem investigadas com absoluta transparência através do pleno conhecimento da população sobre o envolvimento de cada um dos acusados.

É importante para a sociedade o conhecimento público do que pesa sobre os citados. Não é o fato de terem o nome incluso nas delações que determina o dolo ou culpa, mas a apuração concreta sobre a participação de cada um nos episódios relatados. É bem provável que a dúvida quanto ao seu nível de participação seja, para alguns, mais danosa  do que o esclarecimento do que efetivamente praticaram. Além disso, se formalmente acusados e com o direito à defesa, terão a oportunidade de esclarecer os fatos e, afora o que venha a decidir a justiça, o povo, conhecendo a matéria, também terá a chance de julgar se – no caso dos políticos – ainda continuam merecendo ou não o seu voto.

O que mais atrapalha a imagem do político brasileiro é a impunidade. É tradição tudo se transformar em escândalo e servir para grupos tentarem destruir seus adversários. Mas também é pratica consagrada a existência de acordos que levam os malfeitos ao esquecimento sem que seus envolvidos ou os falsos denunciadores sofram algum tipo de punição. Só no julgamento do mensalão, em 2014, com a condenação dos envolvidos, é que o brasileiro começou a ver o fim da velha prática de jogar o lixo debaixo do tapete. A Operação Lava Jato, por seu turno, representa a mudança de paradigmas e, por isso, levou a um número tão grande de figurões comprometidos. O desenvolver de seu trabalho indica que a chapa est&aa cute; esquentando e logo também poderão ser denunciados deputados estaduais, prefeitos e vereadores que estejam envolvidos em propinas e atos de corrupção. É algo de absoluto interesse nacional, pois só eliminando os vícios conseguiremos construir um novo Brasil...
 
*Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) 

COMPARTILHE:


Confira também:

Crônica
O TEMPO

Exonerações Suspensas

Justiça atende DPE e MPE e suspende ato do governo que exonerou profissionais da saúde

Efeitos do ato declaratório nº 01/2019 estão suspensos. Defensoria Pública e MPE expuseram na ação civil pública que o Ato ainda gera graves consequências na desassistência da saúde pública.

Mulheres Presas

Neste ano, nove mulheres foram presas por tentar entrar com ilícitos em unidades penais do Estado

Após, a mulher confessou as agentes que carregava um celular na genitália e foi conduzida para a Unidade de Pronto Atendimento Norte, em Palmas, para retirada do aparelho.



Ponte de Porto

Defensoria e OAB vão integrar comissão que trata sobre interdição da ponte de Porto Nacional

Audiência, realizada na sexta-feira, 15, debateu os principais impactos gerados com a interdição


Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado

As investigações da Polícia Civil constataram que Hailton trazia, do Estado de Goiás, grandes quantidades de entorpecentes para Gurupi e região, e que, nessa madrugada, outra remessa chegaria ao Tocantins.


Meio Ambiente

Municípios têm apenas 30 dias para protocolar processo do ICMS Ecológico no Naturatins

De acordo com a legislação, anualmente, os municípios tem prazo até o dia 15 de março, para manifestar o interesse e comprovar o cumprimento das exigências, conforme disposto no Decreto nº 5.264/2015.


Diálogo

Secretários apresentam plano de reestruturação à instituições dos diferentes poderes do Estado


Itelvino Pisoni

Sistema Fecomércio Tocantins realiza visita a Prefeita Cinthia Ribeiro


Tocantins

Dispara número de casos prováveis de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti


HGP

Defensoria emite recomendação para Sesau por desassistência na oferta de cirurgias cardiológicas em Palmas


Adapec

Produtor rural pode emitir Guia de Trânsito Animal de qualquer localidade


Segurança

Identificação facial e papiloscópica da Polícia Civil é destaque em operações de combate à criminalidade no Tocantins



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira