Thursday, 20 de February de 2020

OPINIÃO


Ponto de vista

A solidariedade deve nos acompanhar no dia a dia

28 Jan 2019
A solidariedade deve nos acompanhar no dia a dia

Por Rafael Rápres

Redes sociais: @rapres.

Telefone: +55(63) 9 8117-1300.


A rotina nos equilibrar para andar em uma linha reta para efetuar atividades e compromissos comuns  que não fujam muito da regra. E o composto de sentimento humanitário quase sempre passa despercebido.

O que podemos olhar, e que durante desastres e situação de calamidade tal sentimento aflora e daí quando decidimos, meio que por indução de sentimento social a ajudar o próximo. Isto quer dizer que habitualmente nem todo mundo  decide  ajudar pessoas com situação de vulnerabilidade, pois o sentimento de trabalhar para manter certo materialismo, ainda soa como verdade intrínseca de sua cultura.

Obviamente que tem pessoas que desde pequeno, e provável  pelo seio familiar se torna atuante na ajuda financeiramente e em muitos casos com suas habilidades.

Deste modo, é sempre bom frisar o quanto a ajuda se faz importante  para pessoas afetadas por desastres, além de entender e proporcionar ajuda  às famílias impactadas com a crise e falta de recursos. Provavelmente a dificuldade está em encontrar Organizações que atuam, porém com acesso a internet a ponte sobre sua ajuda e a pessoa necessitada seja mais curta do que imagina.

Portanto não devemos deixar de lado nossa opção de acrescentar mesmo que de forma sucinta, alguma ajuda a quem precisa.

COMPARTILHE:


Confira também:


Carnaval

Folia sim, assédio não: Defensoria Pública reforça que importunação sexual é crime

O Carnaval se aproxima e a DPE-TO reforça sobre atenção à Lei que institui a importunação sexual como crime


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira