Sunday, 18 de November de 2018

OPINIÃO


Educação

Como financiar a gratuidade de nossas universidades?

29 May 2017

Quando falamos em financiamento do estado três questões devem ser respondidas ao mesmo tempo: quem irá contribuir, com quanto e como esses recursos terão o seu uso controlado? Indicar quem irá financiar o estado depende da capacidade de contribuição individual. Não adianta impor tributos caso não seja possível arrecadá-los. Há um princípio a ser respeitado que determina que quem possui renda mais baixa deverá contribuir menos. O contrário vale para quem possuir renda mais elevada.

O valor da soma de todas as contribuições depende da capacidade contributiva da sociedade em seu conjunto. O estado deve se adaptar a esse total. Não há como arrecadar mais sem causar desequilíbrios ou insucesso na arrecadação. Vai ser a atividade econômica com seus desajustes a que irá determinar o total que o estado poderá arrecadar.

O aspecto do controle no uso dos recursos, por sua vez, não é somente moral ou de controle da corrupção. O maior alvo do controle dos recursos públicos é quanto ao uso eficiente, ao que se pretende realizar e ao efeito social. No caso do serviço público o mercado é insuficiente para esses controles. Meios mais sofisticados se fazem necessários. As variáveis são múltiplas, as incertezas maiores e há a complexidade e a justiça social envolvida. Aproximações de valores são possíveis, exatidão não, tendo em vista a essencialidade dos serviços públicos e a capacidade contributiva dos cidadãos.

Todo esses limitantes servem igualmente para pensar qual deverá ser a quantidade a ser transferida para que as universidades públicas permaneçam gratuitas. Universidades, como o próprio nome sugere, não se restringem a aulas. Representam locais multifacetados de geração e difusão do conhecimento.

A universidade é financiada com parcela desse total de valores arrecadado da sociedade. Como então mensurar com precisão e certeza o que a Universidade oferece socialmente para se chegar a parcela que lhe deve caber em moeda corrente? Primeiramente é obrigatório pensar o estado não como uma fonte inesgotável de recursos. As consequências irresponsáveis de se ter uma conta a pagar muito alta dentro de uma sociedade economicamente desigual como a nossa é inviável.

Assim como malandros espertos que sabem enriquecer às custas de sua total falta de escrúpulos é condenável, também perdulários de toda a ordem são indesejáveis. Nos cabe aqui na Universidade dar exemplos de uso responsável dos recursos sociais à nós transferidos. A gratuidade que oferecemos é mais do que não pagar mensalidades: é garantia de acesso aos que dela necessitam. Preservar esse bem social nestes tempos de escassez será agora a nossa maior contribuição. Para isso a velha política da unilateral reinvindicação é pobre e ineficaz. Que nossas inteligências se unam para saídas criativas.

*Alvaro Guedes é professor da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp de Araraquara

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

47

PARABÉNS!
PARABÉNS!

24

BOM
BOM

21

AMEI!
AMEI!

29

KKKK
KKKK

33

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

13

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

45

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:

Liberdade de Imprensa
FENAJ emite nota oficial

Tocantins

ATM diz que há enorme preocupação diante da saída dos médicos cubanos

De acordo com a Organização Panamericana da Saúde (OPAS), atualmente são 8.500 médicos cubanos atuando na Estratégia Saúde da Família e na Saúde Indígena no Brasil.

Entrega de Apartamentos

Governo do Estado entrega obras do Minha Casa Minha Vida nesta segunda-feira

A área de 9.005, 40m2, onde os 160 apartamentos da Faixa 1, do Minha Casa Minha Vida – Entidades, foram construídos foi doada pelo Governo do Estado, por meio da Companhia Imobiliária do Tocantins (Terratins).



saúde

Governador do Tocantins entrega mais de 250 mil reais para que pesquisadores possam desenvolver pesquisas para o SUS

O evento acontece nesta segunda-feira, 19, na sala de reuniões do Palácio Araguaia


Serviço

Procon/TO abre mais um canal de comunicação com o cidadão

Para o gerente de Educação para o consumo, o entendimento sobre as diretrizes do Código de Defesa do Consumidor (CDC) Lei nº: 8.078/1990 é fundamental para se estabelecer o equilíbrio nas relações de consumo


Destaque

Ciclista de Gurupi acumula três medalhas nos Jogos Escolares da Juventude de Natal / RN

Em uma prova muito intensa sob um forte sol do município de Macaíba, local onde foi realizado o Ciclismo na edição 2018 dos Jogos, as três atletas disputaram os 35 minutos de prova sem se desprender uma da outra.


Moradia

Prefeitura e Governo Federal assinam contrato para construção de mais 500 casas no Jardim Vitória II


Norte do TO

SESI realiza corrida de rua em comemoração aos 60 anos de Araguaína


Tocantins

Fábrica de blocos e artefatos de concreto é inaugurada na Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional


Trabalho

Instituto Fecomércio abre vaga de estágio para 5 cidades


Concurso da PM

MPE recomenda anulação de concurso da PM e contratação de outra empresa para organizar novo certame


Gurupi

Governador prestigia programação de aniversário de Gurupi e autoriza obras



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira