Tuesday, 15 de October de 2019

OPINIÃO


Ponto de vista

Cultura, aceitação, interação e as mudanças nos processos de comunicação

03 Apr 2019    11:46    alterado em 03/04 às 11:46
Cultura, aceitação, interação e as mudanças nos processos de comunicação

Por Rafael Rápres
Redes sociais: @rapres
Telefone: +55(63) 9 8117-1300

O que seria da cultura, se não houvesse mutações e transformações ao longo do tempo. Os aspectos culturais e sua relevância ao abstrato e maturação para concretização, são significativamente importantes, e impõe critérios da vivência social.
 
Quando se fala em cultura, logo se observa as inter-relações sociais e como de fato as pessoas estão abertas a aceitação. Analisando as décadas passadas, principalmente os anos 90 as diferenças do paradoxo cultural, são e enormes quanto ao período  presente. Pressupõe no entanto, que  a  internet não era onipresente e assim a participação atrás das “cortinas” digitais  não faziam parte do cotidiano. Neste sentido em épocas retrógradas os questionamentos ou ataque cultural ficava a cargo da interpretação generalizada ou  fechadas a nichos intelectuais. Neste caso, quando as pessoas assistiam, dançavam e aplaudiam conteúdos sem relevância, o mesmo era tratado como extrato do submundo cultural por parte de uma elite intelectual.

Os variados  temas eram escrachados e explorados no meio do áudio e visual. E ficava a falsa sensação que tudo era permitido. Deste ponto de vista a inclusão de temas era a ação ativa dos meios de comunicação, e os espectadores eram o passivo que aceitava inclusive as mudanças culturais ao longo do tempo.

A mudança ocorreu com o advento da internet e popularização da mesma, ou seja, esta alteração mudou a vida do espectador como indivíduo passivo, pois agora o indivíduo deixa de participar em pequenos grupos e abre sua opinião pelos vastos conteúdos da internet.  A interação é global, podendo ter interferência tanto positiva sobre determinados conteúdos ou até mesmo  o boicote através da negativação. 

Mas aqui o cidadão não sai imune a críticas, e talvez por isso os conteúdos foram repensados a fim de amortecer as críticas negativas, abrindo a politização de ideias. Por outro lado, cada vez fica difícil de conduzir novas mudanças na cultura local, pois a base se fragmenta  e fica quebrada na heterogenia de conteúdos. Assim o que se interage, nada mais é do que um tiroteio cruzado de críticas, e cada um busca a sua tribo de opiniões no mundo virtual.

Ainda é cedo para termos resultados concisos do quanto a  tecnologia impacta as relações sociais no mundo real, e como a será a mutação da comunicação.

Portanto fica a indecisão quanto ao futuro da comunicação e como os impactos serão vistos ao longo das novas gerações, e de como a participação afetará a vida e a cultura local.

COMPARTILHE:


Confira também:


Refis Palmas

Defensoria Pública inicia atendimentos jurídicos no Mutirão de Negociações Fiscais

A participação da Instituição na atividade se deve à parceria estabelecida com o Tribunal de Justiça do Tocantins e com a gestão municipal de Palmas

Refis 2019

Parte dos R$ 60 milhões que Município espera receber custeará melhorias na malha viária do Sul de Palmas

O município de Palmas tem a receber R$ 600 milhões. Segundo o Tribunal de Justiça (TJ), parceiro no mutirão, há atualmente 23 mil processos judiciais relativos a débitos fiscais no Município de Palmas em andamento no Judiciário.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira