Monday, 30 de November de 2020

OPINIÃO


Depois do carnaval

23 Feb 2010

Por Petrônio Souza Gonçalves

Os mais humildes fazem o maior espetáculo da nação. Nada mais brasileiro, nada mais representativo que isso em nosso país. Colorida crônica de nosso múltiplo e generoso povo.

As comunidades carentes do Rio, depois de maquiadas e fantasiadas, podem descer o morro e conquistar a avenida, trazendo seu samba, seu deboche, sua dança. A permissão de acesso tem data e hora marcada, pois sua imagem vai entrar nas casas, no seio da família brasileira, ganhar o mundo, revelando o país que não existe.

É impressionante a capacidade de motivação que eles têm para se organizar e realizar um dos mais belos espetáculos do planeta. Fico imaginando se essa capacidade mobilizadora fosse usada para mudar a realizada social, cultural e física de suas comunidades. Ao contrário de realizar um espetáculo pueril, realizar um monumento perene à beleza e à superação, fazendo de suas vidas um eterno espetáculo, transformando suas vielas em iluminadas passarelas, seus morros na
comissão de frente dos atrativos de uma cidade que já é maravilhosa.

Da vida de seu povo, o destaque daqueles que um dia foram relegados ao total esquecimento social, cultural e político. Da educação e cultura de seus filhos, a porta-bandeira dos passos futuros.

A avenida não deveria ser tão distante, deveria ser a casa, a rua, a cidade de cada um. No entanto, eles fazem fora o que não têm dentro. Levam para a rua, o que não trazem para dentro de suas comunidades, de suas casas. Para justificar tudo isso, inventam personagens, confeccionam formas, como se fo sse um prolongamento de seus próprios sonhos, de suas vidas. Ao fundo, o balanço de um samba falando de belezas, de sonhos, de feitos heróicos, dando um terceiro significado
ao que não se vive plenamente. Tudo é tão significativo...

Enquanto batucamos nossa alegria na avenida, o estrangeiro - de camarote - desfruta nossa forjada beleza, apreciando a realidade que não vivemos, o luxo que não temos, a pobreza podre escamoteada por todos nós no dia a dia. É isso, o bloco dos garis, perfeita alusão aos dias da nababesca festa. Tudo ofertado em bandejas de ouro e prata, como sempre foi.

Nesta pujante e passageira “epidemia chamada carnaval”, todos se tocam, todos se beijam, como se fosse a última vez. É a febre da festa anunciada, uma grande fantasia com um doce gosto de ressaca.

Tudo é tão pequeno que pode chegar, no máximo, a uma sonora nota 10 e nada além disso. E, no dia seguinte, a fantasia jogada na sarjeta, esquecida, como algo que não tem nome, que não tem valor, como algo que ficou sem vida, como uma maquiagem caída, deformada pelo suor do tempo e da história. A vida vai longe... nós não, estamos presos aqui!



Petrônio Souza Gonçalves é jornalista e escritor - www.petroniosouzagoncalves.blogspot.com

COMPARTILHE:


Confira também:


Tocantins

Saúde mobiliza população para a Semana Estadual de combate ao Aedes

A iniciativa visa alcançar todos os municípios no intuito de realizar atividades focadas na prevenção à dengue, chikungunya e zika vírus



Covid-19

Tocantins contabilizou 208 novos casos confirmados da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 257.731 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 81.469 casos confirmados. Destes, 74.054 pacientes estão recuperados, 6.253 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.162 pacientes foram a óbito.



Aleto

Ayres se reúne com o Governo e representantes sindicais para debater reforma previdenciária

A Medida Provisória n° 19/2020 está em tramitação na Assembleia Legislativa e deve entrar em pauta nas comissões na próxima semana.


Serviço

Governo do Tocantins qualifica Parque Agrotecnológico e mais quatro projetos para o Programa de Parcerias de Investimentos

Iniciativa busca parcerias com o setor privado para modernizar espaços e serviços em áreas estratégicas para o Tocantins


Ocorrência

Operação Borduna da Polícia Civil resgata 83 cartões do Bolsa Família e 51 de contas particulares e outros benefícios

Os cartões estão disponíveis na sede da Delegacia para serem resgatados por seus legítimos proprietários, que devem comparecer munidos de documentos pessoais que comprovem a titularidade do cartão.


Decreto

Governo publica normas e prazos para o encerramento do exercício financeiro de 2020


Covid-19

Tocantins contabilizou 272 novos casos confirmados da Covid-19


Tocantins

Mobilizados pela ATM, prefeitos e prefeitas eleitas do Tocantins participam de encontro online para discutir municipalismo e desafios


CNMP

Carlesse recebe membros do Conselho Nacional do Ministério Público e fortalece parceria para Segurança Pública


Prisão

Polícia Civil recupera grande quantidade de produtos furtados e quase 100 metros de cabos de cobre no sul do Estado


Cestas Básicas

Governo do Tocantins já atendeu cerca de 450 mil famílias com a entrega de cestas básicas



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira