Saturday, 20 de October de 2018

OPINIÃO


Ponto de vista

Envelhecimento da população ainda é tabu

09 Sep 2018    12:11    alterado em 09/09 às 12:11
Envelhecimento da população ainda é tabu

Rafael Pereira
@rapres (Redes Sociais)
Telefone:(63) 9 81171300


Atualmente temos uma taxa maior de longevidade em relação as décadas passadas; os avanços nas áreas da medicina e novas oportunidades no modo de vida, fez com que vivêssemos mais. Lidar com o envelhecimento da população ainda é um tabu, e gera questionamentos sobre responsabilidades políticas sobre as regras que regem os deveres propiciados aos idosos.

Logo o Brasil será um dos países com maior taxa de idosos do mundo, e segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), até o meados de 2025 teremos uma taxa de 33,4% de pessoas consideradas idosas. Mas será que estamos preparados para a velhice, ou até mesmo aos deveres que esta etapa da vida impacta na sociedade.

Hora, temos ainda grandes problemas com a cultura regional na conformidade dos respeitos às fragilidade dos nossos idosos. Infelizmente ainda há muitos casos de agressão e até mesmo o descumprimento de atendimentos prioritários. Neste ponto precisamos ter outros olhares e nos colocar como uma futura pessoa de terceira idade. Ainda vivemos muito nos costumes do ato presente, e tão pouco paramos para pensar no futuro.

A seguridade financeira que é tão importante para este estágio de vida, não é discutido com a frequência que deveria ser, pois aos poucos seria a prevenção aos efeitos do pragmatismo acima da aposentaria pública e até mesmo da privada. É muito comum relatos de idosos quanto ao desconhecimento de planejamentos financeiros a qual são propensos a golpes no pouco dinheiro que tem direito. Níveis de instrução é um excelente fator positivo para se policiar nestas questões. Quanto menor o nível de instrução, maior os riscos em cair nas práticas de estelionato e outros crimes.

E no campo da educação que compete o favorecimento ao leque de sabedoria dessas pessoas. Há de se observar alguns modelos como os das universidades abertas a terceira idade e centros educacionais com iniciativa para ajudar com bastante informação. Pois muitos destes não tiveram a oportunidade na juventude para se dedicar aos estudos, e abrir-lhes os olhos para leitura é um trunfo decente para muitas famílias. Outra preocupação comum são os cuidados com a própria saúde com maior parte da renda realocada, ato este ainda incomum aos jovens.

As novas gerações enfrentam grandes problemas com a abertura imersa das informações geradas através das redes sociais e tecnologia. Diante a realidade em que estarão expostos, sobre isto, uma visão do envelhecimento não pode ser vista simbolicamente como uma fase da vida, mas o resultado de um processo longo e construído em vários passos cronológicos de vivencia, que somam ao anoso. Medidas preventivas devem ser tomadas na tentativa de se garantir dignidade pessoal, capacidade de participação social e um envelhecimento autônomo. Nesta lógica, o que muitos almejam é a pretensão de envelhecer bem, com vários benefícios do planejamento.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

30

PARABÉNS!
PARABÉNS!

18

BOM
BOM

21

AMEI!
AMEI!

21

KKKK
KKKK

20

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

16

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

29

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Rapres Turismo Tocantins Palmas Jalapão Luzimangues

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Economia

Mauro Carlesse recebe empresários interessados em investir no Estado

Grupo de empresários vão investir na produção de ovos no Estado; Gurupi e Paraíso são cidades estudadas para receber o empreendimento

Cinoterapia

Projeto com cães no HGP e Infantil comemora um ano

De acordo com a psicóloga do HGP, Jaqueline Monteiro o projeto vem beneficiando pacientes adultos e crianças.


Serviço

Inscrições abertas para o Curso de Supervisão em Serviço Social

Dos 12 módulos, três ocorrerão em Miracema (UFT) e os outros nove em Palmas, nos locais junto às unidade de Ensino (Unip, Unitins, Unopar, Itop) conforme programação disponibilizada no site do conselho.


Sanidade

Tocantins se prepara para vacinação de rebanho contra febre aftosa a partir de 1º de novembro

Após a vacinação, o produtor tem até 10 dias para fazer a declaração em qualquer uma das 139 unidades da Adapec no Estado,


Tocantins

Ligados: projeto itinerante da Energisa está ouvindo a população


Tocantins

Visando concorrência legal Metrologia Estadual verifica taxímetros em Palmas


Sermão aos Peixes

PF apura desvios na área da saúde


Segurança

Forças de segurança do Tocantins recebem a visita do ministro Raul Jungmann em Palmas


Economia

Estimativa do PIB Industrial do Tocantins aponta leve recuperação em 2017


Meio Ambiente

População de Palmas gasta o dobro de água recomendado pela ONU



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira