Saturday, 26 de September de 2020

OPINIÃO


Hiato tributário

16 Oct 2012

Vagner Jaime Rodrigues *

Em 15 de outubro, Dia do Professor no Brasil, onde esse profissional inclui-se entre os de menor salário no universo das nações desenvolvidas e emergentes, o Impostômetro da Associação Comercial deSão Paulo indicava que, em 2012, os brasileiros já haviam recolhido 1,18 trilhão em tributos municipais, estaduais e federais. Com esse dinheiro seria possível construir 85,87 milhões de13800.0 salas de aula equipadas ou contratar 88,83 milhões de docentes do Ensino Fundamental por ano. No entanto, a educação em nosso país, apesar do avanço no tocante às vagas nas escolas públicas, continua com qualidade muito abaixo de nossas expectativas de desenvolvimento.

O exemplo do ensino, setor tão decisivo para o progresso, o crescimento sustentado e o avanço da sociedade, é emblemático para se enfatizar o descompasso entre osimpostos que pagamos aos municípios, aos estados e à União e ao que recebemos de contrapartida em serviços públicos, em especial no âmbito daqueles inerentes a direitos constitucionais da cidadania. Infelizmente, temos hoje segurançapública precária, atendimento médico-hospitalar de terceiro mundo, escolaridade de má qualidade, infraestrutura, principalmente de transportes, deficitária e antiquada. Ou seja, o Estado não tem cumprido sua parte com a população. Talvez a grande exceção nesse contexto seja o processo de inclusão socioeconômica verificado nos últimos anos, por meio de programas de geração de renda e aumento do salário mínimo.

Contudo, prevalece a sensação de que o brasileiro recolhe impostos apenas para manter máquinas administrativas pesadas, inchadas e anacrônicas e financiar o serviço das dívidas públicas. Claro que não é isso, mas há um grande abismo entre o que pagamos e a qualidade do que recebemos. Só para arcar com a carga tributária, o brasileiro trabalha 2.600 horas, ou 108 dias, ou 3,6 meses por ano. Portanto, merece respostas mais eficazes do poder público.

Estou cada vez mais convencido que o problema é a incapacidade na gestão dos recursos públicos. O Estado continua sendo arcaico no Brasil. Com raras e honrosas exceções, as instituições de saúde, educação, segurança pública e previdenciárias, que atendem as pessoas físicas, assim como os organismos que interagem com o mundo corporativo, são exageradamente burocráticos, lentos e inspirados num modelo anacrônico de criar dificuldades.

É premente, dessa maneira, um choque de gestão e eficiência nas máquinas administrativas. Com certeza, temos recursos humanos qualificados no serviço público para, bem geridos e orientados, promoverem uma revolução de qualidade nos organismos estatais. Tal avanço certamente nos daria, como cidadãos e contribuintes, asensação de que não é em vão quebrarmos a cada ano, como vem ocorrendo, os nossos próprios recordes de arrecadação tributária.  

 

*Vagner Jaime Rodrigues é mestre em contabilidade, sócio da Trevisan Gestão & Consultoria e professor da Trevisan Escola de Negócios.

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

Tocantins registra 548 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 202.402 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 66.516 casos confirmados. Destes, 50.017 pacientes estão recuperados, 15.582 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 917 pacientes foram a óbito.

Eleições 2020

Prefeita Cinthia registra candidatura e defende implantação de hospital municipal no Plano de Governo

A coligação “Palmas Só Melhora!”, liderada pela Prefeita Cinthia, apresentou o Plano de Governo com um detalhado diagnóstico da Capital, com soluções para os principais desafios para os próximos anos, considerando a pandemia da Covid-19.


Economia

Conselho de Desenvolvimento Econômico aprova incentivos fiscais para empresas de diversas regiões do Estado

Os projetos aprovados incentivam a geração novos de postos de trabalho, além de contribuir com a economia, bem como aumentar a arrecadação do Estado


Eleições 2020

Podemos registra chapa com candidatos a prefeito, vice e 29 vereadores

Candidato a prefeito, Alan Barbiero enaltece chapa proporcional do partido: “sem dúvidas, temos o melhor, mais completo e qualificado grupo para disputar as vagas no Legislativo Municipal”


Fakes News

Qual será o impacto das fake news nas eleições municipais?


Obras em Palmas

Propostas para 2ª etapa do CAF em Palmas serão conhecidas em outubro


Ações

Vice-governador apresenta ações de combate à pandemia e incêndios florestais no 21° Fórum de Governadores da Amazônia Legal


Saúde

Câmara de Palmas convoca Audiência Pública para prestação de contas da saúde


Convênio

Vice-governador Wanderlei Barbosa e ministro Onyx Lorenzoni assinam convênio de R$ 2,5 milhões para Programa de Aquisição de Alimentos


Conscientização

Governo do Tocantins lança campanha para consumo consciente de água



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira