Tuesday, 23 de October de 2018

OPINIÃO


Rio de Janeiro

Intervenção exige união de forças

23 Feb 2018    13:15

O cerco às fronteiras estaduais do Rio de Janeiro é o primeiro sintoma de que algo está mudando no rumo de conter a guerra urbana vivida por aquela unidade da federação. A partir do momento em que impedir a chegada de novas armas e munições e dificultar a migração das quadrilhas com seu material para os estados vizinhos, as forças da intervenção tendem a controlar a situação. O controle das vias de acesso é algo que deveria existir regularmente e não apenas em caráter excepcional, assim como a operação integrada das polícias tanto em estados fronteiriços quanto nas esferas federal, estadual e municipal. Para isso, no entanto, torna-se necessária a coordenação dos entes envolvidos e todos voltados para o objetivo comum.

Embora a guerra seja mais aparente no Rio, devido a topografia da cidade e o grau de abandono, as autoridades precisam admitir que ela está presente em toda parte e nos mais diferentes formatos. Os cidadãos literalmente abatidos nas ruas de São Paulo, o roubo de cargas e o assalto a bancos, transportadoras de valores e caixas eletrônicos, praticados  diariamente em território paulista, também representam o esgarçamento do tecido social e falta de ação objetiva e coordenada das forças de segurança. O mesmo se dá em Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Norte e, em proporções e diferentes magnitudes, nas 27 unidades federativas.

Torcemos para que as palavras do ministro da Justiça, Torquato Jardim,  se materializem quanto à ação integrada do governo em todos os pontos do país onde haja o descontrole na segurança pública. A população não pode continuar refém dos bandidos e as polícias ineficientes por falta de foco ou, pior ainda, por terem a ação tolhida por governantes sem coragem de agir e enfrentar as máquinas criminosas. Os Executivos federal, estaduais e até municipais precisam atuar integrados para que os recursos empregados na segurança cumpram sua finalidade. Não podemos continuar “enxugando gelo” e assistindo passivamente a escalada do crime. Espera-se, também que o Judiciário faça a sua parte aplicando as leis de forma contemporânea, de acordo com as necessidades desse tempo, e que os congressistas, apesar de estarem correndo atrás do voto de reeleição, produzam e votem leis devolvam o equilíbrio e, finalmente, demonstrem que o crime não compensa.

Sem o engajamento geral, não haverá intervenção que solucione o grave problema de insegurança que hoje aflige todos os brasileiros...

 

*Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) 

 

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

57

PARABÉNS!
PARABÉNS!

52

BOM
BOM

48

AMEI!
AMEI!

59

KKKK
KKKK

59

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

53

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

52

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Guerra Urbana Segurança Rio de Janeiro

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


CPI Previpalmas

CPI do PreviPalmas convoca ex-prefeito Carlos Amastha para depor na próxima semana

Durante a sessão foram apresentados os nomes referentes aos primeiros depoimentos que serão colhidos pela Comissão

CPI Previpalmas

CPI do PreviPalmas convoca ex-prefeito Carlos Amastha para depor na próxima semana

Durante a sessão foram apresentados os nomes referentes aos primeiros depoimentos que serão colhidos pela Comissão



Incentivo Fiscal

Governador Mauro Carlesse discute incentivos fiscais com empresários do Grupo Sabão Oeste

Também participaram da reunião o vice-governador Wanderley Barbosa, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo, Dearley Kuhn, e o secretário chefe do Gabinete do Governador, Divino Alan


Estradas

Governador discute manutenção de estradas vicinais com prefeitos do Consórcio Intermunicipal Lago

Prefeitos apresentaram demandas do Consórcio onde solicitam a execução da ação do PDRIS


Agenda

Roberto Pires faz visita institucional ao governador reeleito Mauro Carlesse

Na primeira visita institucional após a reeleição Pires destacou otimismo do segmento com a gestão.


Responsabilidade

Campanha Outubro rosa pet é realizada no Ceulp/Ulbra


Destaque

Policiais civis do Tocantins vencem campeonato nacional de rifle


Campo

Meio Ambiente e INCRA iniciam Cadastro Ambiental Rural


Norte do TO

Programa Família Acolhedora é implementado em Tocantinópolis após atuação do MPE


UFT

Universidade Federal do Tocantins é recredenciada com nota 4


Serviço

Saúde e Medicina 4.0



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira