Wednesday, 11 de December de 2019

OPINIÃO


Fake News

Jovens não leem: mais uma fake news!

14 Nov 2018

*Eduardo Villela

As Fake News vieram para ficar. E, pior, estão por todos os lados. Passada a eleição, em que o termo foi bastante difundido, é preciso ficar atento para que inverídicas informações não passem a ser consideradas verdades absolutas. Uma que me chama muita atenção e volta e meia aparece em noticiários, ou até mesmo nas rodas de amigos, é a de que os jovens não leem mais.

Participo ativamente do mercado de livrarias e editoras desde 2004 e posso afirmar que os jovens são, sim, ávidos leitores. Tanto é verdade que basta ter uma Bienal para sentir, in loco, a presença e a curiosidade do público infanto-juvenil em estar perto de seus ídolos, ou seja, os autores. Esse interesse está há anos no radar das editoras que aproveitam a oportunidade para oferecer novos títulos para esse perfil de leitores. E isso é fantástico!

Esse cenário pode ser observado mais de perto por meio das pesquisas que analisam o hábito de leitura no Brasil. Uma das mais recentes, divulgada pelo Ibope em 2015, e encomendada pelo Instituto Pró-Livro, reforça um aumento no número de leitores entre 18 e 24 anos.

De acordo com o levantamento, o índice de hábito de leitura entre os jovens passou de 53% em 2011 para 67% em 2015. Ainda segundo a pesquisa, adolescentes entre 11 e 13 anos são os que mais leem por gosto (42%), seguido por crianças de 5 a 10 anos (40%) . É claro que nos Estados Unidos e Europa esse cenário está bem mais avançado, mas é preciso fazer algumas ponderações, uma vez que a realidade cultural e educacional do Brasil está longe de ser a ideal.

Mesmo assim mantenho meu otimismo e positividade. Embora o crescimento do número de novos leitores, de todas as idades, seja lento em nosso país, ele é contínuo. Por isso, da próxima vez que ouvir que os nossos jovens só querem saber de games, whatsapp e redes sociais, faça o alerta. Essa não é realidade.

* Eduardo Villela é book advisor e, por meio de assessoria personalizada, ajuda pessoas a escreverem e publicar suas obras. Mais informações em www.eduvillela.com

COMPARTILHE:


Confira também:


Araguaína

MPF ajuíza Ação Civil Pública contra Claro e Anatel por má prestação de serviços em Araguaína e região

A Ação Civil Pública tem como objetivo reconhecer o vício de qualidade na prestação de serviço de telefonia móvel da Claro em Araguaína e região.

TJTO

Desembargador Ronaldo Eurípedes nega pedido de liberdade provisória a Iury Italu Mendanha

E arrematou sua decisão ponderando que, “em detida análise da ação penal originária, não se verifica desídia ou omissão, seja da autoridade judiciária ou do Ministério Público, que estão exercendo seus respectivos encargos de forma devida e em conformidade


Seciju

Governo do Tocantins realiza dia D de atendimentos em alusão ao Dia Internacional dos Direitos Humanos

Ação foi realizada através de parceria entre diferentes secretarias de estado e contou com emissão de documentos, realização de palestras e outras atividades.


Sustentabilidade

Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Lontra e Corda elege novos membros e mesa diretora

O Comitê de Bacia Hidrográfica é um órgão colegiado da gestão de recursos hídricos, com atribuições de caráter normativo, consultivo, e deliberativo que integra o Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos.


Boas novas

Governo apresenta resultados de projetos do Turismo de Base Comunitária no Jalapão, em Brasília


Europa

Comitiva do Tocantins é recebida na Embaixada Brasileira em Madrid


Melhorias

Rodovia que liga Taquaruçú a Buritirana recebe manutenção corretiva e preventiva


Intercâmbio Cultural

Vice-governador e Presidente da Ilha Príncipe manifestam Interesse em Programa de Intercâmbio Cultural


Palmas

Relatório final da LDO é aprovado em sessão extraordinária


CGE

Combate à Corrupção é tema de evento realizado pela Controladoria e parceiros



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira