Wednesday, 20 de February de 2019

OPINIÃO


Opinião

Para onde vamos?

20 Jun 2018    15:43    alterado em 20/06 às 15:43
Divulgação Para onde vamos? Um símbolo do filme é o celular do advogado, que não para de tocar.

Por Oscar D'Ambrosio

Lembra daquelas perguntas célebres: De onde viemos? O que somos? Para onde vamos? Ao adaptar a peça “O Deus da Carnificina”, de Yasmina Reza, para o cinema, o diretor Roman Polanski nos obriga a pensar muito na terceira delas. Qual é o objetivo da nossa vida numa sociedade conturbada, na qual a violência se faz onipresente embora exista um discurso pacifista que parece querer permear todas as nossas ações?

O eixo da narrativa é a agressão que uma criança de 11 anos fez contra outra da mesma idade num parque. O casal do menino agressor e do agredido marcam uma reunião para esclarecer o acontecido. E a reunião aparentemente civilizada se torna uma batalha campal, literalmente, com direito a todo tipo de assédio psicológico e verbal.

O debate vai muito além da violência entre as crianças. Entra pela discussão sobre dois casamentos em crise e por relações degastadas de cada personagem com o mundo. De um lado, o vendedor de materiais de construção inicialmente passivo e a autora de livros de história aparentemente controlada; do outro, um advogado e uma corretora da bolsa de valores.

Um símbolo do filme é o celular do advogado, que não para de tocar. Torna-se uma conexão com um mundo cruel e competitivo, em nada diferente das relações do apartamento em que os personagens discutem. Não há espaço para a paz ou para o diálogo sincero. O telefone celular continua chamando... E cada um apenas se escuta; e uns devoram aos outros sem cessar.

Oscar D'Ambrosio, mestre em Artes Visuais e doutor em Educação, Arte e História da Cultura, é Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

COMPARTILHE:


Confira também:


Comunicação

Governo, Unitins e TV Cultura firmam parceria para transmissão da emissora no Tocantins

O reitor Augusto Rezende destacou que, “com os meios de comunicação [rádio e TV educativas], esperamos alavancar algumas ações de ensino, pesquisa e extensão da universidade”.

Atuação

Prof. Júnior Geo solicita medidas para a população em virtude da interdição da ponte de Porto Nacional

Durante a conversa, o parlamentar destacou que esteve em audiência pública na última sexta-feira, 15, realizada pela Ordem dos Advogados do Brasil


Palmas

Joseph Madeira toma posse na Acipa e assume compromisso com o fortalecimento da entidade

Ainda na solenidade, o presidente da Acipa, Joseph Madeira, recebeu das mãos do representante do deputado estadual Eduardo Siqueira Campos a propositura do título de cidadão tocantinense.


AL

Deputado Jair Farias destaca projetos de industrialização e geração de empregos como prioridades para desenvolver o Estado

Jair Farias também aposta no ecoturismo para desenvolver o Bico do Papagaio. "Um dos pontos turísticos mais bonitos do Tocantins está no Bico do Papagaio, que é o encontro das águas dos rios Araguaia/Tocantins", afirmou.


Campo

Paulo Carneiro recebe em seu gabinete o presidente da APROSOJA Tocantins


Região Central

Presidente da Adetuc e prefeito de Porto Nacional discutem projetos para a temporada de praia 2019


Região Central

Município de Guaraí recebe entretenimento com foco na preservação do meio ambiente


Contratos Temporários

Prefeitura de Palmas abre edital para contratação de 34 servidores temporários


Ponte de Porto

Defensoria e OAB vão integrar comissão que trata sobre interdição da ponte de Porto Nacional


Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira