Sunday, 21 de July de 2019

OPINIÃO


Opinião

Proteção animal é tema de Lei publicada no Diário Oficial do Estado

02 Aug 2018    23:10    alterado em 02/08 às 23:10
Divulgação Proteção animal é tema de Lei publicada no Diário Oficial do Estado

Thaís Almeida de Aguiar, graduada em Direito pela Faculdade Católica do Tocantins.

Foi publicada no Diário Oficial do Estado do Tocantins, em 27 de julho de 2018, a Lei nº 3.384 de 2018, que dispõe sobre a obrigação dos pet shops, clínicas, consultórios e os hospitais veterinários a comunicarem à Delegacia de Polícia Civil ou Especializada quando verificarem indícios de maus tratos nos animais por eles atendidos. A lei, que entrou em vigor na data de sua publicação, tem como escopo proteger os animais, reduzir a violência e resguardar seus os direitos.

A denúncia poderá ser feita através de ofício ou comunicação digital dirigida à Polícia Civil ou Especializada, devendo conter as seguintes especificações, conforme o Parágrafo Único, do artigo 1º: “I - qualificação contendo nome, endereço e contato do acompanhante do animal presente no momento do atendimento; II - relatório do atendimento prestado, contendo a espécie, raça e características físicas do animal, descrição de sua situação de saúde na hora do atendimento e os respectivos procedimentos adotados”. A lei estabelece ainda, a aplicação de multa no valor de R$ 1.064 (hum mil, sessenta e quatro reais) a quem não a cumprir.

A publicação desta lei é um avanço para a proteção dos animais no Estado do Tocantins, uma vez que o dever de cuidar dos animais não está restrito ao Poder Público, sendo função da sociedade também.

A Lei de Crimes Ambientais – Lei nº 9.605, de 1998, em seu artigo 32 tipifica como crime a prática de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, prevendo pena de detenção de 03 (três) meses a 01 (um) ano, além da aplicação de multa àqueles que ocorrem nessas ações, o § 1º do referido artigo leciona que incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos, por fim a redação do § 2º dispõe que: “a pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal”.

A legislação brasileira não conceitua o que seja “maus tratos aos animais”, porém algumas ações os caracterizam, por exemplo: o abandono, restrição de água e comida, manter o animal em local sujo, sem higiene, em condições precárias de existência, exploração laboral demasiada, falta de cuidados veterinários, bater, mutilar, entre tantos outros atos que expõe o animal a sofrimento, evidenciando o descuido do tutor.

Isto posto, é necessário que a sociedade se conscientize que a existência humana deve se dar de forma harmônica com o meio ambiente, pugnando pela preservação e conservação da fauna e flora.

COMPARTILHE:


Confira também:


Cuiabá

Em encontro com o ministro Dias Tofolli, presidente do TJTO defende autonomia dos Tribunais para aprovar projetos de interesse do Judiciário estadual

Do encontro convocado pelo ministro Dias Toffoli e no qual ele franqueou a palavra a todos os presidentes dos tribunais, saiu a Carta de Cuiabá

Estacionamento Rotativo

Tribunal de Justiça reconhece competência do TCE para emitir cautelar durante julgamento sobre o Estacionamento Rotativo de Palmas

O relator do processo, desembargador Ronaldo Eurípedes, apresentou seu voto no último dia 27 de junho negando o pedido da empresa com fundamento. no posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF)



Seciju

Ações contra violações de direitos são realizadas em praias do estado

Equipes técnicas da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) participaram de reuniões para fortalecimento da Rede de Proteção e realizaram ações de sensibilização nas praias de Porto Nacional e Pedro Afonso e fortaleceram a Rede de Proteção.


PM

Ação conjunta da Polícia Civil do Tocantins e da Polícia Militar de Goiás resulta na prisão de homicida foragido de Araguaína

Ele é suspeito de ser o autor de pelo menos dois homicídios praticados, em Araguaína, nos anos de 2018 e 2019 e foi capturado, mediante cumprimento a mandados de prisão preventiva, oriundos da 1° Vara Criminal da Comarca de Araguaína.


Regularização

Governo inova em gestão e abre portas do Instituto de Terras do Tocantins para estágio em 2019

O Instituto de Terras do Tocantins vem trabalhando com responsabilidade e eficácia para contribuir a cada dia com o desenvolvimento do Estado.


CPPA

Suspeito de cometer homicídio em 2015 é preso pela Polícia Civil em Araguaína


Premiação

EDP, controladora da Investco e da Enerpeixe no Tocantins, está entre as 15 marcas mais valiosas no mundo


Resgate

Paciente em estado grave é transportado de Miracema para Palmas pelas equipes do CIOPAER e SAMU


TV

Gastronomia alemã é o próximo desafio do MasterChef


Encceja

100% das unidades prisionais e socioeducativos realizarão o Encceja PPL 2019


Turismo

Adetuc projeta aumento de turistas e movimentação de mais de R$ 118 milhões na Temporada de Praias 2019



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira