Palmas, 23/01/2018

Política

FNP

Amastha assumirá presidência da FNP, após pedido de afastamento de atual presidente

  • Ele ficará fora das funções no período de 10 de janeiro a 20 de fevereiro de 2018, e considerando o que prevê o estatuto, o vice-presidente nacional da FNP assume o cargo de presidência

Amastha assumirá presidência da FNP, após pedido de afastamento de atual presidente



Redação Secom

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, assumirá a presidência da Federação Nacional dos Prefeitos (FNP) em janeiro de 2018. A mudança foi votada em plenária, na tarde desta segunda-feira, 27, após o presidente da FNP, Jonas Donizette, pedir afastamento temporário do cargo, que segundo ele, são por motivos pessoais. Ele ficará fora das funções no período de 10 de janeiro a 20 de fevereiro de 2018, e considerando o que prevê o estatuto, o vice-presidente nacional da FNP assume o cargo de presidência.
 
Jonas Donizette anunciou o afastamento nesta segunda-feira, 27, em Recife (PE), no Palácio das Princesas, sede do governo de Pernambuco, durante café da manhã com a diretoria da FNP. Os gestores participam da 72ª reunião Geral da FNP, com a presença dos prefeitos de Belém (PA), Campinas (SP) Florianópolis (SC), Guarulhos (SP), Aracaju (SE), Fortaleza (CE) e Recife (PE).  "Esta é uma grande oportunidade de elevarmos Palmas para um patamar estratégico de visibilidade e discussões sobre desenvolvimento e buscar parcerias que dialoguem com a proposta de crescimento da FNP para o Brasil", disse Amastha.
 
Na ocasião, foi apresentado o Anuário Multi Cidades sobre Finanças dos Municípios do Brasil. O documento é uma radiografia financeira de todos os municípios do Brasil. A reunião discute temas que impactam diretamente a vida e o desenvolvimento dos municípios brasileiros.  Também esteve na pauta de debates, temas sobre cultura, meio ambiente, mobilidade, entre outros temas.
 
"Vamos sair desse encontro com proposições para o Brasil. Vamos trabalhar bastante e ter um resultado positivo para a população das nossas cidades. A presença de vocês hoje é uma maneira de representar o cidadão que aguarda no município ações concretas", disse o atual presidente da FNP, Jonas Donizette.
 
Antes dos debates, Amastha participou de uma reunião da diretoria da FNP com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, sobre os desafios dos municípios, como merenda e uniforme escolar e precatórios, pautas que estarão em debate na 72ª Reunião Geral, e também sobre a Carta de Recife. "Estamos construindo a carta com a pauta que deve melhorar a vida dos brasileiros. Uma carta que vai garantir um debate consistente sobre as necessidades dos municípios, os reflexos da crise econômica e estratégias de desenvolvimento de todo o País", frisou Amastha.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus