Tuesday, 11 de December de 2018

POLÍTICA


Carlesse

Amastha tenta confundir população mostrando caso da gestão de Marcelo Miranda em seu programa

18 Sep 2018    14:23

O desespero e a insensibilidade do ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB) parecem não ter limites. Nesta segunda-feira, 17, o candidato utilizou seu tempo no programa eleitoral da TV para explorar a dor de uma mãe que perdeu seu filho há mais de um ano, devido a um suposto erro médico que teria acontecido no Hospital Materno de Gurupi, anexo ao Hospital Regional (HRG).


No programa eleitoral, Amastha utiliza o depoimento da mãe da criança, Fabiana Evangelista Ferreira, para jogar a culpa do ocorrido no recém-eleito Governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS), que na época do ocorrido era deputado estadual.


Fato é que a negligência acusada pela campanha de Amastha aconteceu na gestão do governador cassado Marcelo Miranda (MDB), atual aliado político do candidato do PSB ao Governo do Tocantins. Ao tentar confundir a população com o caso, Amastha demonstra não apenas o desrespeito com a dor da mãe da criança, mas também busca confundir a opinião pública descaracterizando a realidade. 


A matéria sobre o caso de Júlio Henrique Barbosa Ferreira, de um ano e sete meses, foi publicada pelo site Atitude Tocantins, em 12 de agosto de 2017, com o título “Criança com queimadura na mão morre um dia após ser internada em Hospital de Gurupi”. O link para conhecer a história na íntegra é: www.atitudeto.com.br/crianca-com-queimadura-na-mao-morre-um-dia-apos-ser-internada-em-hospital-de-gurupi


Carlesse não promete, faz


Mesmo diante de um cenário caótico que encontrou o Tocantins, a gestão de Mauro Carlesse tem se empenhado para resolver os problemas da saúde. Desde então, a equipe do gestor vem apresentado soluções para melhorar o atendimento e agilizar as longas filas de esperas nos hospitais. 


Somente com o Opera Tocantins, mais de cinco mil pacientes que aguardavam por cirurgias eletivas, estão sendo atendidos. Além disso, o Governo anunciou que as obras de ampliação do HRG estão em fase final e, com isso, a unidade hospitalar vai dobrar o número de leitos da Unidade de Tratamento Intenso [UTI], criar 10 leitos no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI), além da reforma do pronto-socorro do HRG. 


Outra ação importante na área da Saúde que Carlesse vem fazendo pela região sul do Tocantins é a retomada das obras do Hospital Geral Gurupi (HGG), que estavam paradas desde 2016. O Governo finalizou a fase de readequação do projeto arquitetônico, que apresentava sérios erros, e também concluiu os processos para liberação da licença ambiental. Com isso a Caixa Econômica Federal deve liberar nos próximos dias, os recursos para finalização da primeira etapa da obra. 


“Enquanto eles mentem, prometem e nos caluniam, a gente continua trabalhando por quem realmente interessa que é o povo do Tocantins. Nosso Governo vai seguir trabalhando e melhorando cada vez mais a vida de todos os tocantinenses com ações e obras estruturantes efetivas”, disse Mauro Carlesse.


TRE suspende propaganda de Amastha


A Justiça Eleitoral suspendeu nesta segunda-feira, 17, em caráter liminar, propaganda veiculada pelo candidato Carlos Amastha contendo informações inverídicas sobre a gestão da saúde no atual governo, ao divulgar matérias veiculadas pelo Jornal Anhanguera, em montagem, para tentar denegrir a atual gestão e enganar o eleitor.


Em sua decisão o juiz eleitoral Antiógenes Ferreira de Souza destacou que a Lei 9.504/97 (Lei das Eleições) proíbe a veiculação de propaganda que possa degradar ou ridicularizar candidatos, sujeitando-se o partido ou coligação infratores à perda do direito à veiculação de propaganda no horário eleitoral gratuito do dia seguinte.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

26

PARABÉNS!
PARABÉNS!

53

BOM
BOM

21

AMEI!
AMEI!

19

KKKK
KKKK

15

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

26

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

17

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

carlesse campanha governo

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Requerida pelo MPE

Liminar determina retorno às funções de delegados regionais e servidoras afastados pelo governo no caso Araguaína

Toda a argumentação e os fatos apresentados pelo Ministério Público Estadual foram integralmente acatados pelo juiz Manuel de Faria Reis Neto, que expediu a liminar.


  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira