Tuesday, 16 de July de 2019

POLÍTICA


Pressão

Bancada do TO decide entrar com representação no CADE contra a Gol e obtém sinal verde para jatos da Azul em Araguaína

13 Jun 2019    14:04    alterado em 13/06 às 14:04
Daniel Machado Bancada do TO decide entrar com representação no CADE contra a Gol e obtém sinal verde para jatos da Azul em Araguaína

A bancada tocantinense no Congresso Nacional vai, nos próximos dias, ingressar com uma representação no CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) contra a companhia aérea Gol. O motivo é a prática de altos preços por parte da companhia no Tocantins, em especial na rota de Palmas para Brasília (ou Brasília-Palmas). Conforme levantamento do gabinete do deputado federal Tiago Dimas (SD-TO), os preços são mais caros que cidades muito mais distantes de Brasília e de porte semelhante a Palmas, como Rio Branco, Porto Velho, Marabá, Santarém, Macapá e Presidente Prudente.

A decisão de entrar com a representação foi tomada nesta quarta-feira, 12 de junho, após reunião da bancada com o presidente nacional da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), José Ricardo Botelho. O encontro contou com a presença de Tiago Dimas, da senadora Kátia Abreu (PDT), dos deputados Carlos Gaguim (DEM), Vicentinho Júnior (PL), Dulce Miranda (MDB) e dos prefeitos de Araguaína, Ronaldo Dimas, e de Muricilândia, Alessandro Borges.

Na reunião, a bancada obteve informação oficial da própria ANAC de que as passagens aumentaram, e muito, em Palmas quando o destino é Brasília (ou vice-versa). Conforme a ANAC, enquanto o trecho era comercializado na média a R$ 214 no primeiro trimestres do ano passado, o valor saltou para R$ 470,04 agora – elevação de 120%. Esse valor é o maior para o período desde o início da série histórica da ANAC (2011).

A Gol é única empresa que faz a rota no Estado e os valores começaram a saltar exatamente quando ela ficou sozinha nesse mercado. “Os voos continuam muito lotados, sempre vão cheios, e os preços estão impraticáveis. Como já mostramos, temos o quilômetro voado mais caro disparado entre todas a cidades do mesmo porte que levantamos, algumas vezes até três vezes mais caro. Parece, inclusive, que a empresa está querendo recuperar prejuízos de outros itinerários em cima dos tocantinenses”, explicou Tiago Dimas.

Conforme a própria ANAC, considerando qualquer destino, as passagens no Tocantins subiram 15,9% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. É, disparada, a maior elevação percentual do Brasil. No país, na média do período, os valores caíram 1,9%.

Araguaína
Além dessa pauta, os congressistas e o prefeito Ronaldo Dimas obtiveram sinal verde da ANAC para a instalação de voos em Araguaína com jatos da Embraer – mesmos aviões utilizados pela empresa Azul. O aeroporto da cidade passa por um processo de qualificação, com investimentos de R$ 50 milhões que serão aplicados via convênio com a SAC (Secretaria de Aviação Civil). Porém, antes mesmo dessas obras, o aeroporto já tem condições de receber os voos e a ANAC vai documentar isso para a Prefeitura de Araguaína e os congressistas do Estado. “Está claro que, se a Azul quiser, Araguaína pode receber os jatos da Embraer”, destacou Tiago Dimas.

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

DPE-TO reforça irregularidades do Hospital Geral de Palmas em Manifestação

Defensoria Pública pede que, no prazo de 90 dias, o Estado sane as irregularidades já constatadas em vistorias

Raio X

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

De acordo com o indicador do SPC Brasil, mais da metade das dívidas pendentes (53%) de pessoas físicas no país têm como credor algum banco ou instituição financeira



Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco

As regiões pretendem integrar a Rede de Cidades Criativas da entidade. Atualmente, o país conta com oito selos; resultado sai até fim de outubro


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip

Benegrip Multi Dia e Noite terá ação digital integrada em multiplataformas do Grupo Record


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação

A Seciju, por meio da Gerência de Prevenção contra as Drogas e Núcleo Acolher, orienta dependentes e co-dependentes a procurar o serviço desenvolvido pelos grupos de ajuda mútua, como Alcóolicos Anônimos (AA), Narcóticos Anônimos (NA) e Amor- Exigente.


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical


Defensoria

DPE-TO defende criação de ambulatório trans no Tocantins


Palmas

Cine Cultura renova parceria com Sessão Vitrine e promove encontro com o premiado produtor João Vieira na terça, 16


Em Palmas

Membro de grupo estratégico da Embrapa apresentará dados sobre produção e preservação no cerrado e Matopiba


Interior

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Itacajá



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira