Monday, 16 de September de 2019

POLÍTICA


Araguaína

Câmara retoma os trabalhos e discute o Meio Ambiente

06 Aug 2008

A preservação ambiental com o melhor uso do lixo. Esse foi o tema que marcou a retomada dos trabalhos no parlamento de Araguaína, norte do estado, realizada na semana passada. A sessão inicial foi permeada pela atenção da Casa aos ambientalistas que defenderam o direito de explorar o espaço que comporta o lixo na cidade, que segundo eles, não vem sendo executada de uma forma sustentável.

Para a Associação Movimento Ecológico Amigos do Meio Ambiente (AMEAMA), o lixo da cidade não foi licenciado e está irregular, o que segundo a associação, levou o Ministério Público a aplicar multa na prefeitura da cidade.

A associação quer explorar o lixo e para isso pretende instalar uma usina de compostagem, sendo que o pedido para isso foi efetivado junto à prefeitura em 2005 e até agora não houve o retorno do departamento jurídico responsável pelo parecer que firmará o convênio entre entidade e Poder Público.

Como reivindicação, a AMEAMA quer a concessão do aterro sanitário por 20 anos, por entender que a entidade tem esse direito, já que assegura atender os mandamentos da Lei Federal que trata do Saneamento Básico e estabelece as diretrizes nacionais para o setor.

O vereador Jorge Frederico (PMDB), ao defender a reivindicação, afirmou que o lixo de Araguaína “não vem sendo tratado” e que a instalação da usina irá beneficiar muitas famílias que poderão ter emprego. Outro parlamentar que se mostrou preocupado com a causa foi Mané Mudanças (DEM). Para ele, a preocupação da associação reflete a busca pela qualidade de vida. “Meu apoio é favorável, pois é para o bem da vida, do ambiente e para o futuro de nossa população”, justificou.

Motivado e na esperança de que seja firmada a parceria, o secretário da associação, Elber Franco Oliveira, disse que após a instalação da usina serão gerados cerca de 70 a 100 empregos diretos e um valor de R$ 70 mil diários com a produtividade. A maioria dos vereadores manifestou interesse pela firmação do convênio, que dependerá agora de uma medida criada pela Câmara justificando o pedido.

Para repercutir o assunto, O GIRASSOL entrou em contato com o procurador do Município, Leonardo Rossini, mas este não foi encontrado em sua sala no prédio da prefeitura municipal.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do IR 2019

Lote inclui restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018

Vestibular

Inscrições abertas para o Vestibular da Unitins

Processo seletivo tem 480 vagas contemplando todos os cursos da Unitins em Palmas, Araguatins, Augustinópolis e Dianópolis. Inscrições são feitas exclusivamente pela internet


Ocorrência

Polícia Civil prende mulher suspeita de estelionato no sudeste do Estado

Mulher estava se passando por conselheira espiritual, mas na verdade aplicava golpes em pessoas do sudeste


Proibição

Adapec apreende carga de 10 toneladas de sementes de capim irregular na TO-050 entre Palmas e Porto Nacional

O proprietário da carga foi multado em R$ 2.700,00 e as sementes foram destruídas no aterro sanitário de Palmas.


Tocantins

Adetuc e consultores reúnem-se para definir implantação do Observatório do Turismo do Tocantins


Educação

Com palestras, professor da Rede Municipal de Palmas motiva alunos a enfrentarem obstáculos


Preservação

Praias de Babaçulândia recebem o mutirão de limpeza do projeto Praia Limpa, Praia Viva


Pagamento do FGTS

Caixa estende horário de atendimento amanhã e abre no sábado


Preservação

APA Ilha do Bananal Cantão dedica programação ao Dia Nacional do Cerrado


Visita

Antonio Andrade recebe alunos na Assembleia



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira