Palmas, 20/11/2017

Política

CCJ

Deputados elogiam Olyntho na condução da CCJ

  • Em plenário, os deputados Eduardo do Dertins (PPS), Nilton Franco (PMDB), Wanderlei Barbosa (SD) e Elenil da Penha (PMDB) elogiam o colega Olyntho Neto (PSDB) na condução da Comissão de Constituição, Redação e Justiça (CCJ)

Deputados elogiam Olyntho na condução da CCJ



Em plenário, os deputados Eduardo do Dertins (PPS), Nilton Franco (PMDB), Wanderlei Barbosa (SD) e Elenil da Penha (PMDB) elogiam o colega Olyntho Neto (PSDB) na condução da Comissão de Constituição, Redação e Justiça (CCJ). "Quero tirar da experiência que tive pra poder elogiar o deputado Olyntho Neto, pela forma que ele está dirigindo a CCJ. Realmente nós temos que discutir muito as matérias que vêm do Governo", disse o deputado Eduardo do Dertins. Uma colocação do Parlamentar refere-se à pressão para que matérias sejam analisadas rapidamente e desabafou que as matérias não podem ser aprovadas no fogadilho. "Eu entendo que a maturidade e austeridade que o deputado Olyntho está conduzindo o pedido de empréstimo do Governo, e todas as matérias, faz com que esta Casa assuma a sua condição de auxiliar, fiscalizar e fazer com que as coisas aconteçam de acordo com o interesse da população tocantinense", concluiu Eduardo do Dertins.
 
Cleiton Cardoso também fez pronunciamento de apoio à conduta de Olyntho Neto e também a do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Mauro Carlesse (PHS), de renunciar aos R$ 50 milhões que seriam utilizados na construção do anexo da Casa, para dividir em obras nos 139 municípios tocantinenses. Por sua vez, Wanderlei Barbosa afirmou que a análise do Projeto de Lei do Executivo, que solicita autorização para o financiamento, não poderia ser diferente. "O debate aconteceu na maneira que tinha que acontecer e precisa continuar acontecendo. Ouvimos os prefeitos, discutimos as prioridades do Governo e tenho convicção, deputado Olyntho Neto, que na presidência da CCJ, e com a responsabilidade que tem com esse Estado, seguramente está fazendo e vai fazer o debate correto não permitindo que os municípios sejam prejudicados", concluiu.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus