Sunday, 15 de September de 2019

POLÍTICA


Márlon Reis

“Estou cumprindo o mandamento do meu coração”, diz Márlon Reis sobre sua escolha de ser candidato ao Governo

11 Sep 2018    15:27

Num discurso emocionado, o ex-juiz e criador da Lei da Ficha Limpa, o candidato ao Governo do Estado, Márlon Reis, contou aos moradores de Araguaína, na noite desta segunda-feira (10), a razão de deixar a magistratura para fazer política no Tocantins. “Em determinado momento da minha vida, meu coração angustiado me pediu Márlon abandona o conforto do seu gabinete de juiz, saia do ar condicionado, guarde a sua toga e vá para o calor do seu Tocantins para continuar fazendo o mesmo. Saia do conforto Márlon e vá para a política, provar que a política que você defende pode ser feita”, revelou.

Ex-juiz por quase 20 anos, Márlon se dedicou à magistratura no Maranhão, onde foi um dos primeiros colocados no concurso público que prestou e de onde idealizou diversos avanços sociais para o Brasil e para o mundo, que foram os Movimentos Sociais de Combate à Corrupção e o mais brilhante deles que foi a criação da Lei da Ficha Limpa, um dos maiores instrumentos de combate à corrupção eleitoral no Brasil, que é copiado mundo a fora.

Sobre sua decisão de abandonar a magistratura para enfrentar o processo eleitoral pelo seu estado natal, o Tocantins, Márlon disse ainda: “Estou aqui cumprindo o mandamento do meu coração de não ficar no comodismo onde eu estava. Eu vou para um lugar mais difícil para praticar a cidadania, que é a política. Mas ao mesmo tempo e por isso mesmo, é o lugar que é mais necessário”, completou.

Márlon cumpriu agenda durante todo o final de semana no Norte do Estado e no Bico do Papagaio. Nesta segunda e terça-feira (10), esteve durante todo o dia em Araguaína, onde foi recebido pela população, se reuniu com estudantes e visitou entidades de classe e comerciantes da cidade.

COMPARTILHE:


Confira também:


Alerta

Brasil tem 16 estados com surto ativo de sarampo; Tocantins está fora da lista

O último boletim aponta que são 24.011 casos suspeitos no país, sendo que 17.713 (73,8%) estão em investigação e 2.957 (12,3%) foram descartados.

Turismo

Ayres quer debater turismo e preservação do Jalapão em audiência pública

No requerimento, o parlamentar solicita a presença dos órgãos estaduais para que possam unir forças e atuações em prol do desenvolvimento sustentável e ambiental correto da atividade turística na região.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira