Monday, 18 de February de 2019

POLÍTICA


Márlon Reis

“Estou cumprindo o mandamento do meu coração”, diz Márlon Reis sobre sua escolha de ser candidato ao Governo

11 Sep 2018    15:27

Num discurso emocionado, o ex-juiz e criador da Lei da Ficha Limpa, o candidato ao Governo do Estado, Márlon Reis, contou aos moradores de Araguaína, na noite desta segunda-feira (10), a razão de deixar a magistratura para fazer política no Tocantins. “Em determinado momento da minha vida, meu coração angustiado me pediu Márlon abandona o conforto do seu gabinete de juiz, saia do ar condicionado, guarde a sua toga e vá para o calor do seu Tocantins para continuar fazendo o mesmo. Saia do conforto Márlon e vá para a política, provar que a política que você defende pode ser feita”, revelou.

Ex-juiz por quase 20 anos, Márlon se dedicou à magistratura no Maranhão, onde foi um dos primeiros colocados no concurso público que prestou e de onde idealizou diversos avanços sociais para o Brasil e para o mundo, que foram os Movimentos Sociais de Combate à Corrupção e o mais brilhante deles que foi a criação da Lei da Ficha Limpa, um dos maiores instrumentos de combate à corrupção eleitoral no Brasil, que é copiado mundo a fora.

Sobre sua decisão de abandonar a magistratura para enfrentar o processo eleitoral pelo seu estado natal, o Tocantins, Márlon disse ainda: “Estou aqui cumprindo o mandamento do meu coração de não ficar no comodismo onde eu estava. Eu vou para um lugar mais difícil para praticar a cidadania, que é a política. Mas ao mesmo tempo e por isso mesmo, é o lugar que é mais necessário”, completou.

Márlon cumpriu agenda durante todo o final de semana no Norte do Estado e no Bico do Papagaio. Nesta segunda e terça-feira (10), esteve durante todo o dia em Araguaína, onde foi recebido pela população, se reuniu com estudantes e visitou entidades de classe e comerciantes da cidade.

COMPARTILHE:


Confira também:


Reforma da Previdência

Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

Informação foi divulgada pelo secretário Rogério Marinho

Saúde

Governo , Ministério Público e Defensoria Pública discutem soluções para judicialização da saúde

O defensor público, Arthur Marques, apontou problemas recorrentes como a superlotação dos hospitais, a dificuldade do abastecimento de alguns medicamentos e as interrupções de tratamentos de pacientes com câncer.



Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado

As investigações da Polícia Civil constataram que Hailton trazia, do Estado de Goiás, grandes quantidades de entorpecentes para Gurupi e região, e que, nessa madrugada, outra remessa chegaria ao Tocantins.


Meio Ambiente

Municípios têm apenas 30 dias para protocolar processo do ICMS Ecológico no Naturatins

De acordo com a legislação, anualmente, os municípios tem prazo até o dia 15 de março, para manifestar o interesse e comprovar o cumprimento das exigências, conforme disposto no Decreto nº 5.264/2015.


Diálogo

Secretários apresentam plano de reestruturação à instituições dos diferentes poderes do Estado

“O que queremos é que todas as instituições compreendam que a situação em que nos encontramos requer ações imediatas, de modo que possamos ter um estado sustentável a médio e longo prazo”, frisou Edson Cabral.


Itelvino Pisoni

Sistema Fecomércio Tocantins realiza visita a Prefeita Cinthia Ribeiro


Tocantins

Dispara número de casos prováveis de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti


HGP

Defensoria emite recomendação para Sesau por desassistência na oferta de cirurgias cardiológicas em Palmas


Adapec

Produtor rural pode emitir Guia de Trânsito Animal de qualquer localidade


Segurança

Identificação facial e papiloscópica da Polícia Civil é destaque em operações de combate à criminalidade no Tocantins


Brasília

Damaso fala da responsabilidade do cargo assumido e pede ao Governo apoio para os municípios



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira